Comportamento

Como deixar a mulher segura e à vontade para fazer sexo anal em oito passos

Getty Images
Melhores posições para a prática são as que deixam a mulher no domínio Imagem: Getty Images

Thais Carvalho Diniz

Do UOL, em São Paulo

18/06/2015 12h34

 

O sexo anal é bastante apreciado pelos homens em geral, mas ainda é visto como sinônimo de desconforto por algumas mulheres. Ao propor a prática, o homem deve estar a par de oito temas para deixar a parceira à vontade e segura, segundo especialistas ouvidos por UOL Comportamento. Veja a seguir. 

1 - Camisinha é obrigatória
O uso do preservativo, assim como em todas as práticas sexuais, é fundamental para evitar a transmissão de doenças. Na penetração anal, a camisinha torna-se ainda mais indispensável. "A mucosa da região é muito frágil e a penetração pode romper vasos sanguíneos, fazendo o pênis ter contato com sangue. Além disso, é importante saber que a prática é uma das formas mais comuns de transmissão do vírus da Aids e de outras DSTs (doenças sexualmente transmissíveis)", afirma Florence Marques, ginecologista e coordenadora do Ambulatório de Sexologia da PUC (Pontifícia Universidade Católica) do Rio Grande do Sul. A especialista recomenda o uso de preservativos simples, sem textura, por exemplo, para evitar atrito e irritação da área, que é muito sensível.

2 - Sexo anal tem de ser "exclusivo"
De acordo com Celso Marzano, urologista, sexólogo e terapeuta sexual, o que penetrar o ânus não deve entrar em nenhum outro orifício pelo risco de contaminação de bactérias normais do reto. Nem trocar a camisinha é suficiente. “Na troca de preservativo, as mãos contaminam a nova pelas secreções do pênis ou do preservativo anterior. Não custa nada dar uma lavada rápida, mas bem feita, e proteger a parceira”, afirma.  O especialista destaca também o cuidado que se deve ter ao estimular o orifício com os dedos, pois estes também ficam contaminados e não devem ser usados para manipular a vagina antes de serem higienizados.  “Tanto o pênis, como os dedos e vibradores, se penetrados no ânus, com ou sem camisinha, são contaminados com fezes ou com secreções fecais nem sempre visíveis."

Getty Images

3 - Sem lubrificante não dá
Se o homem quer fazer a parceira achar o sexo anal prazeroso, não deve esquecer de ter a mão um lubrificante à base de água. O ânus não é como a vagina, que se lubrifica naturalmente durante a excitação e, consequentemente se prepara sozinha para a penetração. "Se o lubrificante não for usado, o atrito vai tornar a relação desconfortável. E é sempre bom evitar aqueles que têm vaselina na composição, pois esse elemento facilita romper o preservativo", declara Florence. 

4 - Preliminares são indispensáveis
O ânus possui dois esfíncteres (interno e externo), musculatura fibrosa em forma de anel que ajuda a conter as fezes. "Quando o orifício é tocado, involuntariamente o anel interno se contrai. Para fazer a penetração, é preciso estimular a região com lubrificante. Quanto mais relaxada e estimulada a mulher estiver, mais fácil vai ficar", explica a ginecologista Florence Marques. A blogueira sexual Lasciva recomenda que o homem faça sexo oral e estimule o ânus da parceira ao mesmo tempo. "É a minha dica para obter a dilatação necessária e garantir a penetração."

5 - Melhores posições
O ideal é que o homem procure saber quais são as posições mais confortáveis para a mulher. "As melhores são aquelas em que nós (mulheres) temos o controle da penetração, como a de lado, na qual o casal forma a famosa "conchinha". As em que ficamos em quatro apoios, por exemplo, nem pensar, pois deixam a mulher mais vulnerável a acidentes, como o pênis entrar mais do que o desejado", diz Lasciva.

6 - Paciência
Para Lasciva, o momento mais importante do sexo anal é o início da penetração. "É preciso paciência, ir devagar e não mexer, no primeiro momento. Como o anel externo já deve estar relaxado pelas preliminares, essa pausa, depois que o pênis estiver lá dentro, é essencial para deixar o segundo (anel) na mesma condição. Só depois de alguns segundos, comece os movimentos, lentamente."

7 - O orgasmo dela
Se o homem quer que a parceira passe a gostar de uma determinada prática sexual, deve se concentrar em dar prazer a ela naquele momento. No sexo anal, não é diferente, e a atenção com as outras partes do corpo tem de ser maior. "É raro gozar apenas com a penetração anal, por isso o estímulo do clitóris é essencial", afirma Lasciva. Segundo a ginecologista Florence Marques, a região anal é sensível e pode dar prazer por si só, mas outros carinhos não devem ser dispensados.

8 - "Surpresas" podem aparecer
Na prática de sexo anal, deve-se estar preparado para lidar com a presença de detritos fecais. Para evitar imprevistos, o urologista, sexólogo e terapeuta sexual Celso Marzano aconselha evacuar antes da relação e fazer a higiene da região com água e sabonete, para evitar mau cheiro. A lavagem interna do canal retal também é comum e segura, quando realizada com lubrificação e cuidados para não se ferir, como o uso de sonda. "Se um acidente acontecer e as fezes aparecerem, relaxe e encare o fato com naturalidade. Para que não aconteça momentos constrangedores, toda relação sexual deve ser muito bem conversada entre o casal."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Morango
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
BBC
Redação
BBC
Redação
Beleza e maternidade
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Comportamento
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Topo