Equilíbrio

Atriz de 'Barrados no Baile' dança para combater efeitos da quimioterapia

Adriana Nogueira

Do UOL

05/01/2017 16h11

Mesmo lutando contra um câncer de mama que se espalhou para os gânglios linfáticos, a atriz Shannen Doherty, a Brenda da série de sucesso "Barrados no Baile", não abre mão de fazer aulas de dança. Nesta quarta-feira (4), ela explicou em sua conta no Instagram o porquê de continuar com a atividade.

"A radiação é cansativa. Ela se acumula no corpo e, às vezes, você apenas luta para manter os olhos abertos. Você pode ver como estou cansada, mas ainda estou me movendo!!! Qualquer movimento é bom durante o tratamento, não apenas para o corpo, mas também para a sua mente", escreveu ela na rede social, na qual postou um vídeo em plena ação.

Segundo José Carlos Torres, médico mastologista e ginecologista oncológico do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e diretor do setor de mastologia e oncologia feminina do Centro Clínico Campinas (SP), a dança, assim como qualquer outra atividade física, pode trazer benefícios para pacientes com câncer.

"O exercício faz com que aumente o nível de endorfina no corpo, hormônio que regula muitas das funções celulares, o que minimiza os efeitos colaterais da quimioterapia e da radioterapia", afirma o especialista.

Torres conta que o tema foi objeto de um estudo na última edição do Simpósio de Câncer de Mama de San Antonio, realizado em dezembro, no Texas (EUA). O especialista relata uma pesquisa em que foram comparadas biópsias de dois grupos de mulheres com câncer de mama. No primeiro, as pacientes se exercitavam, e, no segundo, não.

Entre as que se exercitavam percebeu-se que a agressividade do tumor era menor do que entre as que não praticavam atividade física regular. Trata-se de um estudo em fase inicial, que ainda deve ser aprofundado.

Torres, porém, diz que já recomendava às pacientes que se mexessem. "Durante o tratamento, as mulheres tendem a reter mais líquido, o que contribui para aumento de peso, assim como o uso de medicamentos com corticoides. Por esses dois motivos, sempre recomendo que as mulheres se exercitem."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Agência Estado
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
UOL Estilo
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
do UOL
Redação
UOL Estilo
Redação
BBC
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo