Comportamento

Sou feminista e comprei um fogão para minha filha, diz mãe em post viral

Reprodução/Facebook/Rogéria Rizette Linares
Garota com forninho que ganhou de presente neste Natal Imagem: Reprodução/Facebook/Rogéria Rizette Linares

Do UOL

13/01/2017 17h50

Mãe faz relato na internet em que afirma ter sido criticada por uma amiga, porque deu de presente para filha um fogão de brinquedo cor de rosa.

“No Natal, minha filha de três anos pediu que eu comprasse para ela um fogãozinho com panelinhas. Pesquisei, me irritei com as opções só rosa e preços absurdos e comprei o que achei melhor”, começava o post de Rogéria Rizette Linares, que já recebeu cerca de 95 mil curtidas e foi compartilhado por mais de 33 mil pessoas.

Até aí, uma história comum, não fosse a crítica que ela recebeu, ao comentar com uma amiga que respondeu: "Você deu um fogão e panelas para sua filha? Deve ter doído no seu feminismo." Em seu texto, no entanto, Rogéria rebate a ideia de que meninas não podem brincar de casinha, de princesa ou de cozinha, se quiserem ter direitos iguais. 

“Esse comentário da minha amiga engloba toda uma noção errada de que parte da sociedade possui sobre o feminismo. Parecem pensar que nós, feministas, somos contra uma mulher querer se cuidar, se casar, ter filhos, cuidar de casa, abrir mão da carreira ou coisas assim.”

O que não queremos é que essas sejam as únicas opções das mulheres ou que elas sejam criticadas e punidas se não quiserem nada disso.

E continua: “Quero que ela brinque com suas panelinhas, com suas filhas de brinquedo, suas maquiagens coloridas. Quero também que ela chame o pai para brincar de cozinha com ela, como fez ontem, porque sabe que homem também cozinha e cuida da casa.”

Rogéria ainda diz que espera que sua filha tenha diversas possibilidades e possa brincar, livremente, com coisas consideradas de ambos os gêneros. "[Quero] que ela tenha um boneco e um edredom do Homem-Aranha, porque aqui não tem isso de brinquedo de menino e de menina. E que faça seu brinquedo do Homem-Aranha andar pelo chão, carregando uma bolsa rosa enorme e cheia de acessórios, porque ele vai viajar com a filhinha --como já a vi fazendo inúmeras vezes."

E finaliza: “Enfim, [quero] que ela tenha escolhas. É disso que se trata o feminismo. Do direito de mulheres escolherem o que querem, sem restrições e julgamentos”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Comportamento
Comportamento
Redação
do UOL
Redação
do UOL
Blog da Morango
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
do UOL
Blog do Fred Mattos
Comportamento
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
BBC
Redação
do UOL
Redação
Redação
BBC
Redação
BBC
Redação
Beleza e maternidade
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo