Comportamento

Dormir com cão na cama ajuda na autoestima, mas tem seus perigos

Patrícia Guimarães

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/01/2017 04h02

Há quem simplesmente ame. Do mesmo modo, existe ainda quem torça o nariz. Mas a verdade é que dormir com o cão na cama é mais comum do que muita gente imagina. Para se ter uma ideia, uma pesquisa divulgada em março de 2016 pela empresa DogHero revelou que três em cada quatro cachorros têm o costume de dormir com seus tutores.  Do total de pessoas que permitem que os animais tenham esse hábito, 43% deixam que ele se repita com frequência. Na ocasião, o levantamento foi feito pela internet com 5 mil pessoas.

Mas por que será que tanta gente tem deixado que o companheiro de aventuras esteja tão pertinho também na hora de dormir? Claro que ficar aninhado com o bichinho que a gente tanto ama é muito gostosinho, mas será que os benefícios param por aí? Fomos conferir.

Fontes: Ana Maria Martins Serra, PHD em psicologia e terapeuta cognitiva comportamental pelo Institute of Psychiatry da Universidade de Londres, diretora clínica e pedagógica do ITC e membro da Sociedade Brasileira de Psicologia e Arnaldo Lichtenstein, médico clínico geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da USP

Os cães reduzem nossas carências
Pessoas que vivem sozinhas, ou mesmo que vivam com familaires e ainda assim sintam carência afetiva, podem ter na companhia dos animais na cama um modo de espantar a solidão, se sentirem bem acompanhadas e recebendo afeto.

Dormir com o cachorro alivia a depressão
Quando a pessoa se sente deprimida, independentemente da razão,  dormir com o cão pode fazer com que ela se sinta mais compensada e, desse modo, os sintomas de depressão se aliviam um pouco.

A presença do animal reduz a ansiedade
A ansiedade é um estado emocional resultante da ideia de vulnerabilidade frente ao real. No caso de pessoas que superestimam ameaças, por exemplo, de um ladrão entrar durante a noite ou de se sentir mal, a presença de um cachorro na cama durante ajuda a reduzir a sensação de ansiedade.

Ter o cão na cama pode simplesmente fazer a pessoa mais feliz
É preciso ressaltar que nem todas as vezes que se decide ter um cãozinho na cama é por um motivo patológico. O simples fato de que as pessoas amam animais e partilhar tudo com eles as deixam mais felizes já é um fator importante na decisão de dividir os lençóis.


Cuidados a serem tomados
 

Certifique-se de que não tem alergias
O pelo do cachorro, normalmente, desencadeia reações alérgicas respiratórias como rinite e asma. Por esse motivo, dormir com o cachorro não é recomendado pelos médicos para pessoas que tenham alergias. A boa notícia é que existe uma pesquisa https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3737566/ conduzida por Ganesa Wegienka, do Henry Ford Hospital, que revela que a exposição de crianças a animais de estimação no primeiro ano de vida reduz pela metade as chances de desenvolvimento de alergias respiratórias.

Cuidado com as lambidas
A boca de um cachorro pode estar cheia de bactérias, assim como a dos humanos. A questão é que cada um dos indivíduos já está habituado com as próprias colônias, mas não com a do outro. Isso significa que não é impossível que a pessoa possa vir a ter uma diarreia caso tome uma lambida do cão enquanto dorme ou uma infecção se a saliva do animal entrar em contato com um corte, por exemplo.

As patas precisam estar limpas
Claro que se o animal só vive dentro de casa, o risco de doenças é menor. No entanto, se ele sai para passeios na rua, é importante lavar bem as patas e secá-las adequadamente antes de deixar que o cachorro pule sobre a cama.

Observe se o animal está feliz com a nova cama
Alguns cães têm hábitos noturnos e "precisam" manter o estado de alerta durante a noite. Portanto, dividir a cama com esses animais seria como privá-los de uma condição natural e do espaço de que precisam.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Comportamento
Redação
do UOL
Redação
do UOL
Blog da Morango
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
do UOL
Blog do Fred Mattos
Comportamento
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
BBC
Redação
do UOL
Redação
Redação
BBC
Redação
BBC
Redação
Topo