Sexo

"Ovo vaginal" vendido por Gwyneth Paltrow promete orgasmos, mas é perigoso

Getty Images
O produto vendido no site da atriz Gwyneth Paltrow não é recomendado pelos especialistas Imagem: Getty Images

Thamires Andrade

Do UOL

20/01/2017 17h49

A atriz Gwyneth Paltrow passou a vender um ovo de cristal que promete melhorar a vida sexual das mulheres. Os produtos são comercializados em seu site oficial em duas versões: quartzo rosa e jade. De acordo com o site, as pedras, que custam de US$ 55* (R$ 183,70) a US$ 66* (R$ 220,44), seriam capazes de aumentar o número de orgasmos, o tônus muscular vaginal e ainda balancear os hormônios.

No entanto, a ginecologista americana Jen Gunter fez um post em seu blog listando os riscos do uso desse tipo de produto. Procurados pelo UOL, os ginecologistas Domingos Mantelli e Heloisa Ferreira Brudniewski concordaram com o posicionamento da médica americana e explicam por quê esse produto pode trazer riscos para a saúde.

Pode contrair a musculatura por horas?

De acordo com o site da atriz, cada mulher usa o ovo de uma maneira diferente: algumas dormem com ele no corpo, enquanto outras ficam com o "acessório" por períodos maiores. 

Como os músculos do assoalho pélvico [região entre a parte de baixo da vulva e o ânus] são como quaisquer outros, não é indicado deixá-los contraídos por horas, pois isso gera fadiga. "O risco disso é uma maior liberação de ácido lático na região, provocando dor e até desconforto durante o sexo. Ou seja, a pessoa passa a usar os 'ovos' para ter benefício na vida sexual e pode ter prejuízo por conta deles", explica

Reprodução/goop
Imagem: Reprodução/goop
Risco para a saúde

Como o ovo é poroso, pode haver um acúmulo de bactérias na região. "Elas se acumulam e proliferam e, ao usar o produto, a mulher acaba introduzindo uma bomba de bactérias, provocando uma infecção", afirma Mantelli.

Ovos X pompoarismo

Apesar de supostamente melhorar o tônus vaginal, o uso dos ovos difere dos exercícios de pompoarismo em vários pontos. “Diferentemente dos ovinhos, os exercícios têm ação comprovada cientificamente na melhora do tônus muscular da região pélvica. As mulheres que introduzem os ovos na vagina ficam tentando segurar o produto lá dentro por horas, dias, sem nenhum tipo de critério”, fala Heloisa.

Já os exercícios, segundo a ginecologista, são feitos de forma controlada e com um tempo limite. “Fora que, normalmente, a paciente recebe orientação profissional para realizar essa atividade”, diz Heloisa.

Capacidade de balanço hormonal?

Outra promessa do ovo é "fazer um balanço hormonal" no organismo. No entanto, segundo Mantelli e Heloisa, isso é biologicamente impossível. "O ovo não tem capacidade de fazer isso. O produto, no máximo, consegue ajudar na liberação de alguns hormônios relacionados ao prazer, como endorfina", explica Mantelli.

* Valores consultados no dia 20 de janeiro de 2017

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
do UOL
Redação
BBC
Comportamento
Redação
do UOL
Redação
do UOL
Comportamento
Redação
do UOL
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Comportamento
Redação
Comportamento
Comportamento
Redação
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
Redação
Redação
AFP
do UOL
Redação
Topo