Comportamento

Mulher publica currículo na OLX e é alvo de assédio sexual de usuários

Reprodução/Facebook
Marcelle recebeu propostas para trabalhar como garota de propaganda Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL

31/01/2017 11h25

Marcelle Magalhães achou que publicar seu currículo no site de anúncios OLX, usada para compra e venda de produtos, seria a forma mais fácil de conseguir um emprego, mas acabou recebendo mensagens ofensivas de outros usuários da página. 

Ela conta, em post publicado no Facebook na última terça-feira (24), estava há dois meses tentando voltar a trabalhar depois de dar à luz a filha. Como não estava tendo sucesso enquanto estava se candidatando a vagas que apareciam na OLX, ela decidiu publicar o próprio currículo, esperando que tivesse mais sorte. 

Quando finalmente recebeu uma resposta ao anúncio, ela foi surpreendida com uma oferta para fazer programa. "Em menos de 10 horas, mais de 20 homens fizeram a proposta para serviço de acompanhaqnte, massagista, programa, massagem nos pés, sexo sem compromisso, oral, secretária carinhosa e mais outros 'trabalhos' inacreditáveis", ela escreveu na publicação de seu perfil pessoal. 

Além disso, Marcelle também foi alvo de cantadas e de mensagens de usuários que queriam saber o telefone pessoal dela, sem qualquer intenção de dar um emprego para ela. "Eu sinto nojo. Eu sinto pena. Eu me sinto um pedaço de carne", falou a usuária, que estava bastante revoltada. "Continuo desempregada, sem dinheiro no bolso, mas não servirei vocês". 

OLX se solidariza com o caso

Em nota, a OLX destacou que oferece a seus usuários uma categoria destinada a empregos e serviços para ajudar as pessoas que estão em busca de recolocação profissional, mas que, infelizmente, "ferramentas que são criadas para auxiliar no desenvolvimento social do país se tornam, eventualmente, um local para interações realizadas por terceiros de má índole, como no caso relatado".

"A atitude destes homens vai contra todos os valores que a OLX acredita e defende, principalmente com relação ao respeito à mulher. A empresa repudia e lamenta profundamente este fato. A OLX, que se solidariza com a vítima, reforça que já entrou em contato com a usuária para auxiliá-la e baniu os assediadores permanentemente da plataforma".

Após o caso relatado, a empresa também afirmou que estuda implementar melhorias na categoria em breve.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Comportamento
UOL Estilo
UOL Estilo
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
UOL Estilo
Blog da Morango
UOL Estilo
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
AFP
Blog da Morango
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Comportamento
Erratas
Redação
Blog da Morango
do UOL
Redação
Redação
BBC
Redação
do UOL
Redação
Redação
Topo