Comportamento

Não era amor, era cilada: conheça perfis de paquera que podem ser fraudes

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL

07/02/2017 14h04

Com a popularização dos aplicativos de paquera, aumentam também o número de fraudes. Não estamos falando dos caras que exageram na descrição, mas sim de gente especializada em roubar dinheiro dos outros.

O truque mais comum é envolver uma pessoa durante meses para ganhar a confiança da vítima - e, de repente, pedir dinheiro emprestado por conta de uma emergência --um acidente ou uma cirurgia envolvendo alguém da família. De acordo com números da polícia britânica, só no ano passado esse tipo de estelionato arrancou o equivalente a 150 milhões de reais dos desavisados.

Para evitar que o público caia em uma cilada, a Scalymatics, empresa especializada em segurança online para sites de relacionamento analisou três mil perfis falsos para verificar o que eles tem em comum --e como eles atraem o público para a armadilha.

De acordo com a pesquisa, o perfil masculino fraudulento mais comum é de alguém na casa dos quarenta anos, que se apresenta como alguém de posses, diploma universitário (Engenharia costuma ser o curso mais citado) e é viúvo ou divorciado. As fotos costumam ser tiradas de certa distância e, em geral, utilizam modelos de cabelos castanhos. 

Já o perfil feminino mais utilizado para fraudes é de uma pessoa de cerca de vinte anos que se apresenta como estudante. Ela é solteira e sem filhos, não tem interesse em política e posta fotos de selfies com direito a muito decote. 

Para evitar cair na conversa de um criminoso, vale seguir algumas regras básicas de segurança: dê uma busca nas redes sociais com o nome da pessoa ou procure a foto, para ver se ela foi furtada do perfil de outra pessoa ou de um banco de imagens, por exemplo. Se você descobrir que a foto a foto, informe o aplicativo imediatamente. 

Também preste atenção em inconsistências e repetições nas conversas -- em geral, os criminosos agem em grupos e acabam caindo em contradição durante a conversa. Acima de tudo, não revele informações bancárias ou dados pessoais para estranhos. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Morango
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Da Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
UOL Estilo
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Topo