Bichos de estimação

Menina de dez anos tem mais de 7.000 baratas como animais de estimação

Do UOL

08/02/2017 12h04

“Meu nome é Shelby Counterman e coleciono baratas” é assim que a menina --que vive na cidade de Rogers, em Oklahoma, nos Estados Unidos—apresentou-se no programa “My Kid’s Obsession”, exibido pelo canal a cabo TLC, no fim de janeiro.

A menina tem dez anos e, desde um ano e meio, queria ganhar os insetos dos pais. “Como qualquer boa mãe, eu disse não, mas, quando ela tinha três anos, pediu de novo. Não tinha perdido a paixão”, contou a mãe de Shelby, Meg Counterman, ao site “Tulsa World”.

Meg falou que decidiu atender a filha ao ouvir um conselho de Robert Gibbs, coordenador de educação de Rogers. “Ele falou que ela nunca alcançaria todo o seu potencial se eu a segurasse”, disse ela, que não queria passar à menina seu medo de insetos e cobras.

Foi no aniversário de três anos da menina que ela, finalmente, ganhou as cinco primeiras baratas, compradas em um pet shop, segundo a mãe.

Hoje, a coleção tem mais de 7.000 exemplares desses insetos, conquistados com uma pequena travessura. Ela misturou machos e fêmeas, sem o conhecimento dos pais.

As baratas vivem em recipientes fechados espalhados por vários cômodos da casa, inclusive o quarto do irmão mais novo da menina, Bryce. Eles servem como alimento para outros bichinhos pouco usuais da garota, os lagartos Boomerang e Sandy e uma tarântula.

Para o “Tulsa World”, Shelby, que quer ser cientista, disse ter seus motivos para colecionar baratas: “Quero ensinar às pessoas que as baratas não são malvadas nem assustadoras como alguns outros insetos”.

A mãe da garota disse que o fato de Shelby sofrer de uma dolorosa condição neurológica chamada fibromatose, que a fez desenvolver uma deformidade na espinha, pode ter feito com que não resistisse ao desejo da filha. “Talvez saber que ela tem outros obstáculos na vida me tornou aberta a deixá-la explorar outros caminhos.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Da Redação
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo