Comportamento

Funerais de luxo têm até diamantes de cinzas

Divulgação/Crematório Vaticano
Diamante feito com as cinzas pode custar até 30 mil dólares Imagem: Divulgação/Crematório Vaticano

Melissa Diniz

Do UOL

20/02/2017 04h01

Assim que soube da morte de Michael Jackson, em 2009, Nelson Pereira Neto programou uma viagem a Los Angeles (EUA) para assistir ao funeral do cantor. A ideia era se inspirar para trazer ao Brasil novidades no mercado de funerais de luxo -- serviço que, aos poucos, começa a ganhar visibilidade no País.

Neto é gerente do departamento de serviços fúnebres do Grupo Bom Pastor, que atende cidades do interior de São Paulo e Minas Gerais. “Fomos a primeira empresa brasileira a oferecer o funeral car”, afirma, referindo-se a uma Limousine preta adaptada para transportar o caixão entre o velório e o enterro. Dos Estados Unidos, importou também a revoada de pombos. “Durante o sepultamento, ao som de violino, os pombos-correios são soltos para representar a paz.” Adestradas, as aves retornam às gaiolas em seguida.

Segundo ele, os diferenciais são um esforço para humanizar o serviço fúnebre e permitir que a última impressão deixada pelo falecido seja marcante. “Antigamente, viam-nos como papa-defuntos. Estamos mudando isso. Afinal, o funeral é a última vez que a pessoa vai estar em um evento social, na presença da família e dos amigos, e precisa ser em grande estilo.”

Divulgação/Grupo Bom Pastor
Limousine e revoada de pombos são diferencias da funerária Bom Pastor Imagem: Divulgação/Grupo Bom Pastor

Maquiagem e cinzas na Nasa

Nas despedidas, afirma Neto, a aparência do falecido conta muito. Por isso, a empresa oferece necromaquiagem, feita com Air Brush, um pincel a jato da marca Catharine Hill, especializada em maquiagem artística. Outro destaque é a tanatopraxia ou embalsamamento, técnica em que os fluidos corporais são retirados e substituídos por formaldeído para maior conservação. “No passado, quando a pessoa morria de infarto, ficava com a pele arroxeada e algodões nas narinas e nos ouvidos. Isso causava uma má impressão. Agora não acontece mais.”

Nos casos de mortes violentas, é possível fazer a reconstituição facial com uma cera especial que elimina imperfeições. “Dá a impressão de que a pessoa está em um sono tranquilo e profundo.” Comuns nos Estados Unidos e na Europa, esses serviços ainda são raros por aqui.

O grupo funerário Bom Pastor trabalha com pacotes, sendo o mais luxuoso no valor de R$ 48 mil. “Aí estão incluídos maquiagem, caixão espanhol, rosas argentinas, sala exclusiva e ornamentada para velório, além de buffet completo. Temos até lembrancinhas para a missa de sétimo dia.”

Famílias que optam pela cremação podem ainda solicitar o envio das cinzas para o espaço. “Temos uma parceria com uma empresa que envia as cinzas para a Nasa (agência espacial americana) por 3.600 dólares.”

Aroma calmante e diamante feito de cinzas

Foi em um congresso no Canadá que Mylena Cooper, diretora do Crematório Vaticano, descobriu a possibilidade de encomendar fragrâncias para aromatização de velórios que fossem capazes de oferecer bem-estar e conforto às famílias. O grupo, também especializado em funerais de alto padrão, é formado por funerárias, crematórios e capelas da região metropolitana de Curitiba (PR) e de Santa Catarina.

Divulgação/Crematório Vaticano
Sala "Diamond Vip" tem camas para os familiares Imagem: Divulgação/Crematório Vaticano

Na Vaticano, a locação da sala mais luxuosa para velório, a Diamond Vip Room, custa R$ 5 mil. Automatizada, a sala pode ter aroma, música e iluminação escolhidos por tablet. De madrugada, a empresa oferece um caldo aos familiares e disponibiliza camas e sofás para descanso.

O mais curioso é a opção dada a quem não quer guardar as cinzas provenientes da cremação em uma urna:  transformá-las em um diamante, produzido na Suíça. Dependendo do tamanho e do formato, a pedra custa de 4 mil a 30 mil dólares.

A empresa calcula que um funeral de luxo completo, incluindo cerimonial, sala especial, buffet, chuva de pétalas e diamante de 0.3 quilates, entre outros serviços, custe cerca de R$ 46.500. O item mais caro é o caixão --ou urna, na linguagem funerária-- que sai por até R$ 25 mil.

Funeral de luxo via município  

Na cidade de São Paulo, por lei, o SFMSP (Serviço Funerário do Município de São Paulo) presta com exclusividade serviços de funerais e homenagens. Isto inclui a remoção do corpo para velório, sepultamento ou cremação. Mesmo assim, também é possível contratar um funeral de luxo.

O pacote mais caro, chamado Orquídea, inclui traslado do corpo em Limousine, caixão de madeira maciça em louro vermelho com acabamento pátina em verniz de alto brilho e visor em acrílico. Também estão incluídas as flores que ficam ao redor do corpo, estrado e castiçais, mesa de condolência (suporte para o caixão), véu rendado, jogos de velas e sala para velório.

O custo do serviço é R$ 21.175,19 (com enterro) ou 23.561,16 (com cremação). Há um crematório e 22 cemitérios públicos na capital, mas os jazigos precisam ser comprados pelas famílias. Nos cemitérios particulares, os serviços são cobrados à parte.

Divulgação
Uma das salas do Funeral Home, em São Paulo, e os famosos bem-velados Imagem: Divulgação

Das 114 salas de velório públicas, duas (Vila Mariana e São Paulo) oferecem maior privacidade e banheiro exclusivo por mais R$ 2.552.

Bem-velado: o bem-casado do velório

Também é possível realizar o velório em uma empresa particular. Funcionando há nove anos em um casarão nos Jardins, bairro nobre de São Paulo, o Funeral Home ficou famoso pelos bem-velados, docinhos póstumos oferecidos como opção no buffet. No local, há quatro salas, algumas delas com lareira, dois ambientes e varanda. A empresa também realiza maquiagem, tanatopraxia e reparação facial e presta assessoria para que a família não tenha que se preocupar com a burocracia. Valores sob consulta.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
UOL Estilo
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Da Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
UOL Estilo
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
Blog da Morango
Topo