Comportamento

Vingança gramatical: ex-namorado devolve carta de desculpas toda corrigida

Reprodução/Twitter
Carta de ex-namorada foi devolvida com correções gramaticais e de estilo Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL

21/02/2017 10h10

Todo mundo conhece alguém que mandou uma mensagem para o ex e se arrependeu do ato. A ex-namorada do norte-americano Nick Lutz deve ter se arrependido duas vezes: não só ele não aceitou sua carta pedindo desculpas pelo fim do relacionamento, como também enviou o texto de volta devidamente corrigido com caneta vermelha, como se fosse uma redação escolar - e ainda colocou o material no Twitter.

O rapaz de 20 anos analisou o texto com rigor acadêmico - marcando, por exemplo, a falta de espaço entre os parágrafos e a "falta de evidências" para algumas afirmações. Quando a garota diz nunca ter traído o ex, o comentário foi sublinhado com o comentário "não existe nada para apoiar sua hipótese". 

Reprodução/Twitter
No fim do texto, nota 6 e queixas quanto à "falta de provas para comprovar hipótese" Imagem: Reprodução/Twitter

No final, o texto recebeu uma nota D- (equivalente a seis pontos de dez, pela avaliação brasileira) e uma nota de revisão bem direta: "Introdução muito longa, conclusão curta, hipótese pequena mas sem provas. Detalhes são importantes. Se você quer que acreditem em você, trate de produzir provas. (...) Preferiria detalhes ao invés de sentenças. Uma nova versão revista será aceita para melhorar a nota". 

Nick explicou para a rede britânica BBC que se arrepende de ter colocado o texto no ar - especialmente depois que o post acabou se transformando em um viral, com mais de cem mil republicações em três dias. "Ela não está muito feliz, mas não eu esperava essa reação. Ela ainda fala com a minha mãe mas eu não conversei com ela, e não creio que vá conversar", diz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
Redação
EFE
BBC
BBC
do UOL
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
ANSA
Sem Filtro
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
ANSA
Blog Alto Astral
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
EFE
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
BBC
Redação
Reuters
AFP
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Comportamento
Topo