Comportamento

Superar gafe como a do Oscar exige maturidade e humildade, dizem psicólogas

Melissa Diniz

Do UOL

27/02/2017 13h31

O mundo mal digeriu o equívoco do apresentador Steve Harvey, que anunciou a vencedora errada no Miss Universo de 2015, e já presenciou uma nova gafe de proporções gigantescas. Desta vez, o palco foi a cerimônia do Oscar 2017, quando os apresentadores Warren Beatty e Faye Dunaway anunciaram "La La Land - Cantando Estações" como melhor filme do ano, mas, na verdade, o grande vencedor era "Moonlight - Sob a Luz do Luar".

Embora o erro seja responsabilidade dos organizadores do evento, a dupla passou como protagonista do vexame, que ganhou mais visibilidade após a equipe de "La La Land" ser chamada ao palco e ter que devolver as estatuetas para os reais vencedores, sendo que parte dos discursos de agradecimento já haviam sido feitos. 

Frustração e culpa

Difícil imaginar o tamanho da frustração, mas o fato é que ninguém está isento de passar por situações de vexame público. Então, como agir para que o sofrimento não se prolongue e para que o momento seja superado o mais rápido possível?

Na opinião da psicóloga Ana Cássia Maturano, o acontecimento teve impacto para todos os envolvidos. “Certamente, a equipe de 'Moonlight', chamada minutos após a correção do erro, não viveu a emoção da vitória com o mesmo impacto e sabor. Já os atores de 'La La Land' experimentaram uma grande frustração, como se tivessem o doce retirado da boca, ao descobrirem que não eram os vencedores.”

Isso sem contar, complementa Ana Cássia, a imensa sensação de culpa e vergonha que os apresentadores experimentaram ao fazerem o anúncio errado. “Todos os sentimentos são legítimos e verdadeiros. A melhor maneira de superá-los é levar na brincadeira, pois quem vive tudo a ferro e fogo certamente irá sofrer mais.”

Para a psicóloga Marina Vasconcelos, em um mundo totalmente conectado à internet e às redes sociais, não há erro que passe despercebido e as proporções da gafe podem ser ainda maiores com memes e vídeos que viralizam na rede. “Não dá para fingir que não aconteceu, o melhor, portanto, é ser maduro e humilde para encarar a gafe, buscando explicar o que houve da melhor maneira possível."

Assumir o erro é o caminho

Para a psicóloga clínica e hospitalar Sabrina Gonzalez, independentemente do tipo de personalidade de cada um dos envolvidos, erros assim sempre causarão algum tipo de sofrimento. “Vivemos um momento em que o erro é malvisto, pois o mundo exige perfeição e excelência. Porém, errar é humano e não há ninguém que não cometa erros”, diz.

É exatamente a capacidade de assumir isso que pode gerar no público empatia. “As pessoas se identificam com quem errou e normalmente param de criticá-lo, se ele assume e brinca com a situação. Já quem tenta esconder e transferir a culpa a terceiros acaba sendo alvo de perseguição.”

Admitir que causou constrangimento e pedir desculpas, explica a psicóloga, é sempre o melhor caminho. Mas não há como controlar o que os outros vão pensar e sentir a partir disso. “Cada um lida com a frustração de uma maneira particular e levará o tempo que precisar para superar o ocorrido. É um processo pessoal”, afirma.

As desculpas da Academia

O mistério por trás do erro histórico da Academia foi solucionado horas depois em comunicado divulgado pela PricewaterhouseCoopers, empresa de auditoria responsável pela confecção dos envelopes para leitura dos vencedores.

"Pedimos sinceras desculpas a 'Moonlight', 'La La Land', Warren Beaty, Faye Dunaway e aos espectadores do Oscar pelo erro que foi cometido durante o anúncio de melhor filme. Os apresentadores receberam por engano o envelope da categoria errada e, quando descoberto, o erro foi imediatamente corrigido. Estamos investigando como isso pode ter acontecido e sentimos profundamente pelo ocorrido", diz o texto, que agradece aos indicados, à Academia, à [rede de TV] ABC e [ao apresentador] Jimmy Kimmel pela maneira como lidaram com a situação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
do UOL
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Da Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
UOL Estilo
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Topo