Comportamento

Piti de Marina R. Barbosa é gafe pior que roupa repetida, dizem consultoras

Manuela Scarpa/Brazil News
Marina Ruy Barbosa ficou chateada por ter sido "exposta ao ridículo" Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

Melissa Diniz

Do UOL

11/03/2017 13h58

A atriz Marina Ruy Barbosa exagerou ao ir embora do baile Geração Glamour, ocorrido na última quinta-feira (9), em São Paulo, ao saber que estava usando um vestido do mesmo modelo de Mariana Goldfarb, atual namorada de Cauã Reymond.

Apesar de serem iguais, as peças tinham cores diferentes. Acompanhada da mãe, Marina teria ido embora, chateada por ter sido “exposta ao ridículo”.

Segundo especialistas ouvidas pelo UOL, não era para tanto.

Reprodução
Modelo usado por Marina Ruy Barbosa Imagem: Reprodução

Para Ligia Marques, consultora de etiqueta e marketing pessoal, no mundo de hoje, em que a sustentabilidade está tão em voga, o que pega mal, mesmo, é fazer apologia ao consumismo. “Se uma princesa, como Kate Middleton, que tem representatividade mundial, repete looks, qual seria o problema de estar com o vestido igual ao de outra pessoa? Essa preocupação é antiquada e não se encaixa nos tempos atuais.”

Ligia considera que faltou jogo de cintura à Marina, que perdeu a chance de fazer graça com a situação e ainda sair por cima, calando a boca dos críticos de plantão. “Agindo assim ela deu brecha para que falassem dela por uma bobagem e ainda teve um prejuízo enorme, pois fez cabelo, maquiagem, investiu tempo e criou expectativas por uma festa que não aproveitou."

A personal stylist Lu Aves acredita que a grife que confeccionou os vestidos errou feio e se queimou com ambas as famosas. “Eles deveriam ter sido mais atentos. Mesmo assim, achei totalmente desnecessária a atitude da Marina. Levou muito a sério uma coisa sem importância, afinal, não é a primeira vez que isso acontece com uma celebridade.”

A consultora de imagem e estilo Mateja Marques pondera que o impacto da notícia de que estava com look igual ao de Mariana pegou Marina desprevenida e que, por isso, a reação foi exagerada. “Acredito que ela quisesse ser única e isso abalou sua autoconfiança. Mas não precisava, afinal, ela é bonita, tem talento e pode deixar sua marca de outra maneira.”

Mateja reforça que, por terem cores diferentes, os vestidos talvez nem fossem identificados como iguais. “No lugar dela eu até tiraria uma foto com a outra e postaria no Instagram. Levar com bom humor teria sido muito melhor”, explica.


 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
UOL Estilo
do UOL
Comportamento
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
UOL Especiais
Redação
Redação
Comportamento
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Comportamento
UOL Estilo
UOL Estilo
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
UOL Estilo
Blog da Morango
UOL Estilo
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo