Relacionamento

Por que pessoas duvidam que a mulher de Tiririca possa amá-lo de verdade?

Reprodução/Instagram
O deputado federal Tiririca e a mulher, Nana Magalhães, estão juntos há 20 anos Imagem: Reprodução/Instagram

Adriana Nogueira

Do UOL

14/03/2017 15h43

Nana Magalhães, 38, é casada com o deputado federal Tiririca há 20 anos. Em entrevista para o site “Paparazzo”, no qual estrela um ensaio sensual, ela disse ser comum ouvir que o marido não está à altura da sua beleza. Mas, claro, diz acha-lo bonito. Para entender o porquê de a relação entre os dois suscitar estranheza, o UOL entrevistou duas psicólogas.

A sociedade cria padrões de beleza

“A sociedade nos incute padrões de beleza, o que faz com que seja difícil lidar com a diversidade. Daí acaba sendo natural questionar as relações entre pessoas consideradas diferentes, um homem feio e uma mulher bonita, uma mulher muito alta e um homem muito baixo, entre outras combinações”, afirma a psicóloga Priscila Junqueira, mestre em ciências e especialista em sexologia pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo).

Se acaba sendo natural estranhar o que levou um casal “diferente” a ficar junto, o mesmo não se pode dizer de colocar a estranheza em palavras, com observações indelicadas como as que Nana costuma ouvir.

“A sociedade está muito imatura. Vivemos um tempo em que as pessoas acham que têm de falar e opinar sobre tudo”, fala a psicóloga hospitalar Sabrina Gonzalez.

Quem julga projeta questões pessoais no casal

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
Para Priscila, é muito provável que quem julga a relação esteja projetando questões suas no casal. “Como eles podem ter um relacionamento duradouro e eu não? É mais confortável eu ficar em uma posição de julgar os outros do que me deparar com questões minhas mais profundas.”

O casal que rompe com padrões –sejam eles estéticos, morais ou culturais— tendem a amadurecer e a aprender, segundo Priscila Junqueira. “Eles têm uma chance de experimentar sensações que não conseguiriam se ficassem presos a normas criadas em sociedade. Flexibilizar pensamentos e comportamentos é muito mais saudável do que ficar preso a julgar os outros.”

Para Sabrina, se o apontamento das diferenças será bom ou ruim, depende da dinâmica de cada casal. “Se eles conseguem conversar sobre as críticas, é positivo. Agora se não tiverem uma boa comunicação, um dos dois não vai aguentar. Por estarem juntos há 20 anos, Nana e Tiririca parecem ter um vínculo forte o bastante para passarem por cima das críticas.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
do UOL
Comportamento
Redação
do UOL
Blog do Fred Mattos
Comportamento
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
do UOL
Da Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Topo