Comportamento

Mulher decide conversar com morador de rua e a vida de ambos se transforma

Reprodução/Facebook
Ginger Sprouse criou uma página de finaciamento coletivo e no Facebook para ajudar Victor Hubbard Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL

24/03/2017 09h12

Durante três anos, a caminho do trabalho, a americana Ginger Sprouse encontrava com o mesmo morador de rua, sentado em uma esquina, em Nassau Bay, no Texas. Um dia, ela decidiu parar para conversar com ele e o que descobriu mudou a vida de ambos.

Victor Hubbard, 32, voltava diariamente aquele ponto na esperança de reencontrar a mãe que o abandonou quando ele tinha três anos. “Ele foi tão doce. Não me pediu nada. Ele não queria nada. Só ficou animado por eu ter parado para conversar”, disse Gincer para a emissora de TV NBC News.

Ginger, que é dona de uma escola de culinária, passou a aproveitar seus intervalos no trabalho com Victor, conhecendo mais sobre sua vida. Soube que o rapaz –que sofre de doença mental—passou os últimos dez anos saindo e voltando para as ruas e que o serviço social não tinha sido capaz de encontrar a mãe dele.

“Não estava bem para mim que ele continuasse esperando e que eu não fizesse nada para ajuda-lo”, falou para a NBC News.

Reprodução/Facebook
Victor Hubbard, quando ainda morava nas ruas do Texas Imagem: Reprodução/Facebook
Ginger, então, criou uma página de financiamento coletivo e outra no Facebook chamada “This Is Victor” para arrecadar dinheiro para pagar comida, roupas e um lugar para Victor ficar. Com essa mobilização, ela conseguiu juntar US$ 18 mil (quase R$ 57 mil). Além disso, ela conseguiu tratamento médico específico para o rapaz.

A despeito de todas as coisas materiais que havia conseguido para Victor, Ginger sentia que precisava fazer mais por ele.

Ginger também conseguiu localizar a mãe de Victor, que morava a pouco mais de três quilômetros do local onde ele esperava por ela. Como a mulher não tinha condições de cuidar do filho, Ginger resolveu ir além e convidou Victor para morar com ela, o marido e o filho. Ela também o colocou para trabalhar em seu negócio, Art of the Meal.

"Se vamos ajuda-lo, não podemos simplesmente dar-lhe um banho e jogá-lo lá fora e dizer: 'Ok, passarinho, voe'. É um compromisso para a vida toda”, disse para a NBC News.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
UOL Estilo
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Casamento
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Topo