Comportamento

Não é brincadeira: campanha rebate "mimimi" para mostrar danos do machismo

Do UOL

A publicação AzMina divulgou uma nova campanha para falar da importância de se discutir a violência contra as mulheres. Com o nome "Marcas do Machismo", o vídeo contrapõe personagens agredidas com justificativas comumente usadas por homens quando machismo e sexismo são apontados, como "é só uma piada" ou reclamações de que tudo "é mimimi".

Segundo AzMina, a ideia é mostrar que até as mais sutis brincadeiras sexistas contribuem para a violência contra mulheres.

Produzida por mulheres, a campanha foi lançada dias depois do caso de assédio praticado pelo ator José Mayer vir à tona. "Nós queremos questionar todos os 'Zé Mayer' que, no dia a dia, praticam o machismo com a desculpa do humor. Piada só existe se a gente ri junto. Machismo não tem graça", afirma o texto de divulgação do material.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Topo