Sexo

8 maneiras de turbinar o sexo em uma relação longa

iStock
Imagem: iStock

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL

12/04/2017 04h00

A rotina, a correria do dia a dia e até a sensação de conforto que a intimidade proporciona ao longo dos anos podem acabar com o encanto de qualquer relação duradoura. Para reacender o fogo da paixão, basta adotar algumas mudanças simples, mas com bons resultados, na vida a dois. Veja algumas ideias:

1. Excitar o olhar um do outro

Usamos todos os nossos sentidos para a erotização, mas não dá para negar o quanto valorizamos a visão. É preciso buscar atiçar a visão do outro e tornar o que o outro vê como objeto de desejo. “Poses, olhares, sorrisos insinuantes, provocar com partes do seu corpo que você sabe que chamam a atenção... tudo vale”, indica o psicoterapeuta e terapeuta de casais Luciano Passianotto, de São Paulo (SP). Saber expressar seu desejo com o olhar é profundamente excitante. Em relações duradouras, muitas vezes nem se repara muito no outro no do dia a dia. Achar um tempo para investir no resgate desse artifício de sedução pode trazer excelentes resultados.

2. Tomar longos banhos juntos

Um bom banho proporciona relaxamento e intimidade, dois fatores importantes para um momento especial. Sob o chuveiro ou na banheira, o par tem a chance de explorar e estimular áreas do corpo que, na cama, são negligenciadas. Esponjas macias e produtos como sais ou sabonetes aromáticos tornam a ocasião ainda mais gostosa. “É um momento ótimo para deixar as sensações aflorarem, explorar outras formas de contato que não a verbal e redescobrir o corpo do par com as mudanças que o tempo traz”, observa Marcelo Lábaki Agostinho, psicólogo e psicanalista do IP-USP (Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo).

3. Surpreender no dia a dia

O casal deve curtir os detalhes, de forma a evitar que as preocupações e a correria do dia a dia permeiem todo o relacionamento. “Uma surpresa, uma mensagem instigante no celular, um jantar diferente sem motivo, elogios, beijos, tudo o que possa adoçar ou apimentar a rotina é importante”, diz Luciano Passianotto. Viver com leveza e bom humor e prestar atenção aos detalhes é fundamental. Em vez de só caprichar na arrumação do lar quando surge alguma visita, que tal manter sempre a cama com lençóis bonitos e cheirosos? “Uma mesa bem arrumada para o jantar, uma florzinha, taças bonitas para tomar um bom vinho durante a semana e uma música suave podem fazer a diferença. Uma casa bonita e arrumada eleva o astral do casal”, diz a psicóloga e terapeuta de casais Carmen Cerqueira Cesar, da capital paulista.

4. Recriar o clima de conquista

Pode parecer clichê, mas funciona, já que qualquer relacionamento se nutre com gestos de atenção, carinho e, principalmente, ações de sedução. “Procurar um restaurante novo, voltar àquele lugar que tem ligação com a história do casal, colocar uma roupa bonita e propiciar um jantar, criando um clima de namoro e de conquista, são atitudes que ajudam”, afirma a psicóloga Adelsa Cunha, organizadora do livro “Por todas as formas de amor” (Ed. Ágora).

5. Parar de se comparar aos solteiros

Ficar de olho na grama do vizinho é garantia de frustração, pois tendemos a valorizar o que nos falta. “Se os comprometidos reclamam da falta de liberdade e da vida monótona, os solteiros se ressentem da falta de companhia fixa e de não ter alguém ao lado para compartilhar alegrias e tristezas”, conta Adelsa. Comparar-se aos outros e alimentar expectativas só aumenta a insatisfação. “Reflita e reforce que a decisão de estar num relacionamento estável é sua. Não se deve comparar uma relação a outras, quem dirá à vida de quem está sem nenhum vínculo amoroso”, completa a psicóloga. Marcelo questiona: “Será que se comparar aos solteiros não é idealizar um momento que ficou para trás? É essencial lembrar que cada fase tem delícias e dificuldades e valorizar as circunstâncias atuais. Se na vida a dois há conflitos, há também a construção de uma relação e de uma história, com tudo de bom e ruim que isso implica”, diz.

6. Deixar os problemas de lado

De acordo com a psicóloga Adelsa Cunha, o sexo é, antes de tudo, entregar-se. Mas como se deixar levar pensando em coisas que trazem sensações ruins? "Temos o resto da casa e do dia para falar de problemas. Na hora de se curtir, que eles fiquem de fora!”, declara a especialista. Não se concentrar no sexo não vai fazer com que os boletos atrasados sejam pagos -- melhor relaxar e aproveitar. E, para o terapeuta Luciano Passianotto, o quarto do casal deve ser sagrado. “Os dois devem relacionar o local aos momentos que passam juntos, de prazer. A melhor forma de fazer isso é eliminar distrações. Laptop, celular, trabalho, livros e TV são altamente prejudiciais na cama”, afirma.

7. Evitar que o cansaço vença

Para Luciano, essa é a desculpa mais frequente de quem não prioriza o outro em um relacionamento. “Existem ocasiões com demandas importantes, mas se deve tratar o momento com o par da mesma forma que se executa um trabalho importante ou se comparece a um compromisso incancelável”, afirma o psicólogo. Por outro lado, o psicanalista Marcelo considera importante perceber e compreender que o outro está cansado devido a muitos afazeres. “Isso pode ajudar o casal a impedir que o cansaço seja o vencedor da relação. Pode ser que fique mais fácil ajudar o outro a ficar menos sobrecarregado, propondo novas formas de conduzir a rotina”, explica.

8. Investir no toque

Ternura e delicadeza são fundamentais para alimentar a relação. Ninguém precisa ficar se beijando loucamente como no início do romance, mas o contato físico precisa ser alimentando para não se tornar “irmãozinhos”. “Para melhorar a proximidade emocional, o casal deve voltar a se tocar. A iniciativa facilitará uma relação sexual deliciosa. Pode ser um beijo ao acordar, antes de sair e sempre que se encontrarem, andar de mãos dadas ou mesmo abraçados, fazer um carinho nas costas quando o par passar pelo corredor ou na cozinha, coisas assim. Todo gesto físico que demonstre afeto deve ser feito sempre", sugere Carmen.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Comportamento
BBC
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
comportamento
Redação
Redação
Opiniões Estilo
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Estilo
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Topo