Comportamento

Jovem é agredida por desconhecido na balada: "apanhei porque eu sou gorda"

Arquivo pessoal
Barbara Braga, 22, foi agredida por um desconhecido dentro da casa de shows Imagem: Arquivo pessoal

Denise de Almeida

Do UOL, em São Paulo

17/04/2017 23h35

Barbara tem 22 anos e foi curtir a última noite de sábado (15) com mais duas amigas em uma casa de shows em São Bernardo do Campo (SP). Mas, aos gritos de "gorda nojenta", ela foi agredida no meio da balada por um desconhecido. A jovem terminou a noite sangrando, com hematomas pelo corpo e abalada psicologicamente.

Mariana Braga, 31, sua irmã mais velha, contou ao UOL que Barbara estava dançando com as amigas quando o homem se aproximou, xingando a garota repetidas vezes. Segundo Mariana, após ignorar vários dos insultos, Barbara pediu para ele se afastar e, nesse momento, o homem bateu nela. "Ela está muito abalada psicologicamente. Não quer mais falar com ninguém, não quer mais falar sobre esse assunto", explica a irmã da vítima.

O caso aconteceu na casa de música sertaneja Rancho do Serjão. As amigas de Barbara contaram que os seguranças do lugar foram chamados e levaram a garota para a enfermaria. "A gente não sabe o que aconteceu com o agressor. Os funcionários da casa levaram o cara sei lá para onde. A gente não sabe se ela levou soco, se caiu no chão e foi chutada. Mas a casa de shows tem a obrigação de ter as imagens. A gente tem que ter o direito de processar o cara", diz Mariana.

A irmã da vítima relata que, ao atender a jovem ferida, o estabelecimento mostrou estar mais interessado em que ela pagasse a conta do lugar.

"Limparam o ferimento dela e falaram que era para ela resolver fora da casa. Eles estavam preocupados que ela saísse sem pagar a comanda. A comanda até estava zerada, porque ela não consumiu nada lá dentro, mas a preocupação do estabelecimento era com o pagamento", conta Mariana, indignada.

Procurada, a casa de shows divulgou nota oficial lamentando o ocorrido e dizendo que repudia qualquer tipo de violência. O comunicado ainda declara que "diante do entrevero entre os clientes, o estabelecimento acionou imediatamente a Polícia Militar, que esteve no local para acalmar os ânimos" e que Barbara se recusou a fazer Boletim de Ocorrência.

A família da garota contesta a informação de que a polícia esteve no local, mas conta que a jovem fez, posteriormente, o registro da ocorrência na delegacia.

"Hoje ela foi fazer o corpo de delito. Nós a levamos ao médico, ela fez tomografia, raio-x, fez tudo. Ela está bem, mas ainda dolorida, inchada, com a boca roxa, hematoma no peito e uma marca no pescoço. Mas a pior parte é o emocional", afirma a irmã da vítima.

Mariana havia feito uma publicação em seu Facebook relatando a agressão, com fotos de Barbara, mas após ataques de outros internautas, ela deletou a postagem. "A gente acabou expondo essa notícia em um momento de indignação, mas depois até acabei me arrependendo, porque algumas pessoas nojentas chegaram a fazer comentários maldosos. Um falou: ‘Ela não consegue comer? Que bom, então agora vai emagrecer’. Escreveram um monte de besteiras desse nível", conta.

A irmã de Barbara conta ainda que alguns desconhecidos escreveram, nas redes sociais, que a agressão aconteceu porque a garota estava bêbada. "Ela poderia até estar, ela pode beber o quanto quiser e ninguém tem o direito de encostar o dedo nela. Estão querendo denegrir a imagem da vítima", diz Mariana.

"Podem falar o que quiserem, não tem justificativa para ela ter apanhado. Não tem justificativa ela chegar em casa com a boca roxa e se ajoelhar no chão, chorando, olhando para a minha cara e falando 'apanhei porque sou gorda. Juro por Deus que não fiz nada'".

"Você ouvir uma coisa dessa da tua irmã é como te darem um tiro, dói como se fosse isso", desabafa Mariana.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Comportamento
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo