Comportamento

Andressa Urach termina novamente casamento; voltar para o ex é uma boa?

Cláudio Cauduro/Divulgação/Agência Fio Condutor
Os dois haviam se casado novamente em outubro de 2016 Imagem: Cláudio Cauduro/Divulgação/Agência Fio Condutor

Vivian Ortiz

Do UOL, em São Paulo

06/05/2017 19h14

A modelo Andressa Urach usou seu perfil no Instagram neste sábado (6) para anunciar que está separada de Tiago Costa, pai de seu filho, Arthur, 11. Os dois haviam reatado o relacionamento e chegaram a se casar novamente em outubro do ano passado. Antes dessa nova chance, eles ficaram juntos por seis anos e passaram outros sete longe um do outro.

"Bom dia a todos! Venho através dessa mensagem comunicar que eu e @tiago_lcosta estamos nos separando, infelizmente. Mas na vida temos escolhas e somos responsáveis por cada ato", escreveu Andressa. "Desejo a ele que seja muito feliz e que Deus o abençoe em cada passo em sua vida", completou.

Chance de repetir erro?

De acordo com a psicanalista Gisela Azevedo, não existe nenhuma "receita de bolo" sobre essa história de reatar ou não um antigo relacionamento. "O que as duas pessoas precisam avaliar é se restou algo a ser reconstruído nesta nova fase da relação, e se é isso que o coração pede", avalia.

Na visão da especialista, esse "voltar" também depende muito do modo como a relação terminou. Além de situações extremas, como uma traição, Gisela lembra que muitas brigas acontecem por falta de tolerância ou ainda quando não há entendimento entre a dupla, o que causa aquela sensação de que "cada um fala uma língua".

"O universo feminino é diferente do masculino. De um lado, temos o homem acreditando que está fazendo o melhor por seu relacionamento quando, na verdade, o que a mulher espera dele é outra coisa. E vice-versa", ressalta.

Cuidados no dia a dia

Falta de diálogo e expectativas diversas fazem com que, muitas vezes, os desentendimentos passem a ocorrer com maior frequência. "Isso gera uma frustração que vai se tornando intolerável, a ponto de a pessoa não conseguir mais digerir aquele sentimento e nada do que outro faça passa a soar como uma boa reparação para que a relação continue", diz.

É neste ponto da história que costumam ocorrer as separações. "Além disso, as pessoas costumam ter um desejo de controle muito grande e passam a acreditar que, se as coisas não acontecerem do jeito que elas desejam, não dá para continuar", avalia.

A psicanalista lembra ainda que é preciso conversar sobre as expectativas, pois ninguém pode ler o pensamento do outro. "Os parceiros esquecem que não dá para esperar algo, que não foi combinado, saia do jeito que a pessoa quer", diz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Comportamento
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Topo