Equilíbrio

Entenda a "crise emocional" que fez Claudia Rodrigues ser internada

Reprodução/Facebook/claudiarodriguesoficial
A atriz Claudia Rodrigues foi internada após sofrer uma crise emocional Imagem: Reprodução/Facebook/claudiarodriguesoficial

Thamires Andrade

Do UOL

30/05/2017 15h16

A atriz Claudia Rodrigues foi internada na segunda-feira (29) no hospital Albert Einstein, em São Paulo, após sofrer uma crise emocional. Ela estaria desgastada psicologicamente por conta de problemas pessoais e deu entrada na instituição com desmaios, visão dupla e confusão mental. Claudia ainda está passando por exames.

De acordo com Sabrina Gonzalez, psicóloga clínica e hospitalar, a crise emocional, também chamada de surto emocional, se caracteriza quando o sofrimento interno psíquico é tão grande que ultrapassa os limites de que pessoa consegue lidar.

"Todos nós temos um limite para aguentar o sofrimento e as questões estressantes psicologicamente. Quando passamos dele, a gente entra em crise. É como se o nosso interior se quebrasse", explica.

Claudia Rodrigues passou por um transplante de células-tronco em 2015 para tratar a esclerose múltipla. Desde então tem feito tratamentos para melhorar as sequelas da doença.

E por que ela acontece?

Leonard Verea, psiquiatra formado pela Faculdade de Medicina e Cirurgia de Milão, na Itália, e especialista em Medicina Psicossomática e Hipnose Clínica, explica que as crises acontecem quando não conseguimos eliminar as tensões do dia a dia de forma natural.

"Todos nós acumulamos tensões que precisam ser eliminadas naturalmente. Uma pessoa equilibrada não é quem não acumula nada, mas, sim, quem consegue reciclar a tensão", fala.

Como as crises se manifestam?

Essas crises são um desajuste interno que o corpo não conseguiu reorganizar e podem se manifestar de muitas maneiras. Uma delas são as manifestações físicas, como foi o caso da atriz, que deu entrada no hospital passando mal e precisou passar por uma bateria de exames para descartar qualquer problema físico.

O psiquiatra explica que as crises se manifestam no corpo porque quem tem dificuldade para colocar essas tensões para fora acaba somatizando, ou seja, usando o próprio organismo como válvula de escape.

"Podemos somatizar essas emoções no aparelho digestivo, com refluxo, gastrite e úlcera. Também são comuns taquicardias e sentimento de ansiedade, medo, insegurança, fobia, pânico e depressão", explica Verea.

Nem sempre há sintomas físicos

No entanto, Sabrina fala que nem sempre as crises apresentam sintomas físicos. "No surto emocional,nem sempre o resultado será um desmaio ou perda a consciência. Um surto mais leve pode ser uma explosão de raiva”, fala.

A psicóloga explica que é normal passar por crises durante a vida, mas explica que situações mais graves, como a que levou a atriz a ficar internada, são mais raras. “Momentos estressantes e frustrantes estão aí, na vida. Não dá para fugir e, até certo ponto, nos estimulam a crescer. Esse desequilíbrio que faz com que um surto mais leve vire grave vem de muitos desgastes emocionais que a pessoa viveu ao longo da vida”, explica.

Tratamento e prevenção

Depois de fazer exames para descartar qualquer problema de saúde físico, como foi o caso de Claudia, Sabrina fala que o acompanhamento psicológico é fundamental para ajudar o paciente a se recompor.

"A Claudia também precisará do apoio de pessoas queridas", fala.

De acordo com Verea, uma das maneiras de prevenir essas crises é cuidar da própria autoestima e aprender a lidar com os altos e baixos da vida. “Nós somos, naturalmente, depressivos. Sempre o primeiro pensamento é o negativo. Para pensar positivo, precisamos nos concentrar e querer isso. É resultado de muito treino”, acredita.

A prevenção só é possível com o autoconhecimento, segundo Sabrina. “Todos temos capacidade de dar conta".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

BBC
Redação
Redação
BBC
UOL Estilo
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
do UOL
Redação
UOL Estilo
Redação
BBC
do UOL
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Topo