Relacionamento

8 fatos comprovam que o ciúme mina seu relacionamento

Getty Images
Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL

03/06/2017 04h00

Dizem que um pouquinho de ciúme é normal, prova de amor e até mesmo dá um "up" na relação. Mas nem sempre. Ele pode simplesmente não servir para nada e não levar o relacionamento a lugar algum. Ou até o ponto final. Listamos oito motivos que mostram que esse sentimento pode ser uma furada:

1. Fortalece "ameaças"

Quanto mais você pega no pé do par por causa de colegas de trabalho, mais luz você joga sobre alguém que até então passava despercebido. Falar o tempo todo sobre uma terceira pessoa oferece o risco de transformar um estímulo neutro em curiosidade.

2. Tira o seu foco do presente

Arrumando brigas desnecessárias e se ocupando em imaginar o que o outro está pensando ou querendo, você deixa de ser feliz por medo de ser infeliz no futuro.

3. Não controla ninguém

Na vida, precisamos aprender a controlar o que é nosso. Ou seja, nossos pensamentos, sentimentos, ações e resultados. Por mais que, por ciúme, você tente controlar o par, stalkeando e fuçando em suas coisas, não adianta nada. Se o outro se interessar por alguém, não é a vigilância que vai impedir algo.

4. Afasta o outro

Por maior que seja a paciência, não há quem aguente alguém no pé o tempo todo. O outro precisa de espaço para respirar, coisa que o ciúme não dá. Isso pode levá-lo a duvidar se quer mesmo levar adiante uma relação tensa. Até mesmo suas melhores qualidades podem ficar em segundo plano, ofuscadas pela chatice.

5. Não evita a perda

Respeito é fundamental no relacionamento. Vale mais a pena direcionar as energias para coisas positivas do que viver o tempo todo de olho em possíveis "rivais" em torno do par.

6. Não apimenta a relação

Esse sentimento não torna o relacionamento mais forte, pelo contrário: ele o envenena aos poucos.

7. Nem sempre corresponde à realidade

O ciúme é uma reação à sensação e ao medo da perda. Não significa que aquilo é real.

8. Leva o outro a deixar de agir naturalmente

Quem é alvo de ciúme extremo sabe que alguns assuntos é até mesmo o nome de certas pessoas podem ser motivo de confusão. A consequência disso é que a pessoa abre mão da sinceridade, pois ninguém consegue se sentir livre e confortável sob pressão. Como construir uma relação verdadeira se o dia a dia de um dos dois precisa de filtro?

 

Fontes: Branca Barão, especialista em programação neurolinguística e autora do livro "8 ou 80 - Seu melhor amigo e seu pior inimigo moram aí, dentro de você" (DVS Editora); Sabrina Gonzalez, psicóloga e psicoterapeuta, de São Paulo; Suely Buriasco, mediadora de conflitos e coach, de São Paulo, e Thiago de Almeida, psicólogo especialista no tratamento das dificuldades do relacionamento amoroso, de São Paulo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo