Comportamento

Homens também fingem orgasmo e alguns nunca tiveram um

Getty Images
Você sabia que homens também fingem orgasmo? Imagem: Getty Images

Daniela Carasco

do UOL

31/07/2017 04h00

O analista judiciário Jorge*, 33, estava saindo com uma garota há dois anos. O clima entre os dois era ótimo. Mas, um dia, o cansaço falou mais alto. “Eu tinha tesão nela, mas, naquela noite, não rolou. De tanto tentar gozar, fiquei cansado. Preferi fingir. Eu não queria que ela achasse que o problema era ela. Parti para a interpretação, tirei a camisinha correndo e joguei fora sem que ela percebesse.” Poucas mulheres sabem disso, mas os homens também fingem orgasmo. 

Uma pesquisa feita recentemente entre os usuários do Sexlog, rede social de sexo, mostra que a história de Jorge não é rara. Cerca de 20% dos 3.889 entrevistados já admitiram ter encenado na hora H. Do total, outros 5% nunca gozaram.

Para a psicóloga e sexóloga Samanta Fonseca, de tanto que o assunto já foi atrelado às mulheres, acabou virando quase que uma questão feminina. “Mas é bastante comum entre eles, sim”, garante. “E também muito constrangedor. Não tem a ver com brochar. Muitos têm ereção, só não atingem o ápice do prazer.”

Só para homens: você já fingiu orgasmo?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

A cobrança social por um desempenho excepcional por parte deles acaba deixando o assunto adormecido. “Entra numa questão de autoafirmação masculina e, por não ter sido ensinado a falhar e colocar para fora seus sentimentos, eles acabam não se abrindo com a parceira ou parceiro quando isso acontece”. E Jorge confirma a tese de Samanta: “Rola uma pressão para que o homem esteja sempre a fim. Só que nem sempre estamos”.

Como eles fingem?

Eles e elas agem da mesma maneira. “Gemem e se apertam como se tudo estivesse acontecendo normalmente”, conta o urologista Celso Marzano, fundador do Centro de Orientação e Desenvolvimento da Sexualidade (CEDES). “Rapidamente, terão uma segunda ereção. Desta maneira, são capazes de chegar até a terceira transa tranquilamente. Mesmo que seja puro fingimento.”

Apesar de muitos apresentarem a falta de ejaculação como prova cabal, o urologista Jefferson Lopes, do Instituto de Sexualidade Masculina, que hoje trata dez pacientes que nunca atingiram o orgasmo, esclarece que esse nem sempre é um sinal. “Não é raro que alguns até liberem o sêmen, sem a percepção do orgasmo. Isso significa que ele só não conseguiu relaxar o suficiente para curtir o sexo”, conta. Nesses casos, é ainda mais difícil notar.

O que dificulta o orgasmo?

Segundo os especialistas, as razões da anorgasmia --como costumam chamar clinicamente-- são diversas. A primeira e mais comum delas, principalmente entre os que têm até os 50 anos, é a emocional. “Eles têm medo de ter um péssimo desempenho na cama ou algum sentimento reprimido que interfere na hora H”, conta Samanta. “Alguns simplesmente não estão a fim de transar, mas se forçam a isso."

Esse foi o caso do técnico de informática Bernardo, 34, que depois de meses de uma paquera virtual, decidiu encontrar o pretendente pessoalmente. “Assim que a gente se encontrou, já não senti nada por ele. Quando chegou na hora do sexo, me senti fazendo por obrigação, uma tortura. Aí não teve jeito: fingi o orgasmo. Para não deixar vestígio, joguei a camisinha vazia no vaso. Se não rola intimidade, não dá, não sou uma máquina”, conta.

Álcool, cigarro, estresse e uso contínuo de antidepressivos entram na lista da difculdade de ejacular. “Eles afetam a sexualidade como um todo, incluindo o orgasmo”, esclarece Jefferson. O gerente administrativo Alexandre Rattis, 32, faz parte desse grupo. Com ele, já aconteceu duas vezes. Em ambas, o motivo foi um só: excesso de álcool.

“Da primeira vez, aconteceu com uma menina com quem eu estava saindo há dois meses. A embriaguez combinada com o nervosismo me fez demorar muito para entrar no clima. Achei que ela não estava curtindo, soltei um gemido e pronto. Ela parecia aliviada. Até hoje não sei se ela reparou, mas acho que era o melhor a se fazer. Eu não queria machucá-la". Aconteceu de novo, também por causa de bebida, no ano seguinte. "Antes de perder a ereção e sem que fosse traumático, fingi.”

No caso de homens mais velhos, com mais de 50, Celso destaca ainda outras razões. Perda de sensibilidade no pênis, obesidade, diabetes, problemas cardiovasculares, alteração hormonal, estafa física e até depressão podem contribuir para que não cheguem ao orgasmo. “Para não serem cobrados, acabam também fingindo”, diz o urologista.

Não precisa fingir


Se você tem dificuldade de gozar, é melhor procurar ajuda de um urologista, para descobrir se o motivo é físico, ou terapeuta sexual, quando for emocional. Afinal, o fingimento impede que o homem tenha prazer. Abrir o jogo com a parceira ou parceiro é essencial. “Manter relações baseadas no jogo aberto faz bem para os dois lados e não gera frustração”, aconselha Jefferson.

*Os nomes foram trocados a pedido dos entrevistados

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Casamento
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
UOL Estilo
Comportamento
BBC
Redação
Topo