Comportamento

Guru de Ivana na novela, Tarso Brant esclarece em 5 pontos sobre ser trans

Álvaro Thomáz/Divulgação
Tarso Brant Imagem: Álvaro Thomáz/Divulgação

Do UOL

10/08/2017 04h00

Escalado para ajudar a personagem Ivana (Carol Duarte), de "A Força do Querer", a se reconhecer como transexual, o ator Tarso Brant estrelou algumas das cenas mais emocionantes da novela. Na ficção, o mineiro se apresentou como Tereza, o nome de registro que usava até a sua estreia na TV.

Tarso é um homem trans e inspirou a autora Gloria Perez para a criação de uma das personagens que mais tem comovido o público do folhetim. Ele tem 24 anos e começou sua transição há cinco.

Tratar do assunto em uma novela de alcance nacional, segundo ele, é extremamente importante para romper com o preconceito social. "Pessoas trans só querem ser aceitas da maneira como se identificam, sem julgamentos", diz.

Aqui, Tarso lista cinco pontos importantes sobre o assunto que todo mundo deveria saber.

1. Transgênero é...

 

Uma publicação compartilhada por ♠?Tarso Brant (@tarsobrant)

 

 

 

 

em

"Uma pessoa que não se identifica com seu gênero físico e sente necessidade de mudá-lo". Ou seja, uma pessoa que nasceu com o genital masculino, mas se entende como mulher, e vice-versa.

2. Identidade de gênero não é o mesmo que orientação sexual

"Enquanto identidade de gênero é como a pessoa se define (homem ou mulher), orientação sexual diz respeito à preferência dessa pessoa por parceiros com os quais vai se relacionar intimamente (gay, lésbica, bissexual...). Eu, por exemplo, nasci mulher, me tornei homem e me interesso mais por mulheres.” Não existem regras, apenas escolhas individuais!

3. Um dos primeiros conflitos se dá diante do espelho

“Essa é a minha principal semelhança com a Ivana. Eu e a personagem não nos demos muito bem com a nossa imagem refletida. Desde criança, eu sabia que havia algo de ‘errado’ comigo e só depois descobri que não me adequava ao meu gênero. Nasci mulher, mas me sentia e me via como homem.”

4. A transição não é um processo simples

“Cada um passa por um processo de total identificação de maneira diferente. No meu caso, consigo dividir minha transição em três etapas: confusão, revolta e equilíbrio. A mudança física de fato aos 19 anos.”

5. É a pessoa trans quem escolhe a maneira como prefere ser tratada

"Respeite as escolhas de cada um, como opções únicas e individuais. Não crie um padrão para isso. Todos somos iguais na condição de seres humanos. Evite julgamentos sobre a escolha alheia."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Casamento
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
UOL Estilo
Comportamento
Topo