Comportamento

Menstruar todo mês: precisa mesmo? Veja o que fazer se quiser parar

 Georgia Grace Gibson
Imagem: Georgia Grace Gibson

Natacha Cortêz

Do UOL

21/08/2017 04h00

Menstruação é um tema tabu. Divide opiniões, mulheres e médicos. Há quem só enxergue nela cólica, sujeira e alterações de humor, há quem veja conexão, autoconhecimento e um processo, acima de tudo, natural. Mas, é preciso mesmo menstruar todo santo mês? 

De acordo com a medicina, “precisar” não seria o verbo mais adequado aqui. Suspender sua menstruação, seja por alguns meses ou até cinco anos ininterruptos (dá para fazer isso com o DIU de Mirena, por exemplo), é não só uma medida segura como defendida por alguns especialistas.

É o caso do ginecologista baiano Elsimar Coutinho, autor de "Menstruação: A Sangria Inútil" (Ed. Gente), livro de posicionamentos polêmicos sobre a menstruação e sua “real necessidade”. Para Coutinho, que estuda o tema há cinco décadas e teve sua tese em defesa do fim da menstruação reconhecida mundo afora, trata-se de “uma sangria inútil e ainda uma invenção da sociedade civilizada”.

Sua bisavó menstruava 40 vezes na vida. Você? 400

O ginecologista explica: nossas avós e bisavós menstruavam poucas vezes na vida, nem um décimo do que uma mulher de hoje. Ou seja: enquanto elas sangravam 40 vezes em uma existência toda; você, no mesmo período, deve menstruar cerca de 400.

É simples entender o porquê da diferença. No século passado, a grande maioria da população feminina em fase reprodutiva quando não estava grávida, estava amamentando. E quando não estivesse em nenhuma das condições, estava pronta para gestar novamente. E a regra diz: se está grávida, a mulher não menstrua; se está amamentando, também não. Como naquela época as mulheres engatavam uma gravidez após a outra, não sobravam mesmo muitos intervalos para menstruar. Sangrar todo mês então, era algo inimaginável.

A não menstruação como medida de saúde pública

Olhando por esse lado, a menstruação mensal é, sim, um fenômeno que surge com a mulher moderna, essa que não se restringe apenas a parir, parir, parir e parir de novo. Mas Coutinho vai além e entende que para ela, que está inserida no mercado de trabalho e não enxerga na maternidade e no ambiente doméstico seu único destino, a ideia de menstruar mensalmente é, além de inútil, maléfica. “Sangrar afasta as mulheres de uma vida plena, sem dores e limitações, e traz, além de incômodos periódicos, doenças.”

Daí vem outra defesa do ginecologista, “a não menstruação como medida de saúde pública”. Segundo ele, endometriose, anemia, TPM, cólicas e até câncer de mama podem estar ligados ao sangramento mensal. Para servir quem deseja suspender a menstruação, Coutinho desenvolveu o primeiro contraceptivo injetável de longa duração.

Nós fêmeas somos seres cíclicos

Na contramão do que prega o médico baiano, a ginecologista e obstetra Ana Thais Vargas -- bem mais fã da menstruação que ele -- acredita que o ciclo menstrual é parte da fisiologia da mulher e uma maneira que o corpo tem de renovar seus ciclos, regulados por um mecanismo integrado de órgãos reprodutores, glândulas e sistema neurológico.

Dessa forma, menstruar é muito mais que um termômetro para você saber se está grávida. Não sangrar naturalmente também pode sinalizar outras coisas. “E você só consegue perceber esses sinais se está em um ciclo natural. Assim vai saber do seu próprio corpo, dos seus cheiros e secreções.”

O que pode acontecer ao interromper a menstruação?

Os anticoncepcionais hormonais -- único método até então para a interrupção -- tendem a baixar a libido. Mas você pode esperar também, dependendo da progesterona que vai tomar, uma diminuição do inchaço no corpo. Pode haver, ainda, uma melhora de pele e cabelo, especialmente em relação à oleosidade. TPM, cólica e alteração de humor e outras sensibilidades emocionais devem diminuir também. Não há riscos para fertilidade.

Se é um fenômeno tão natural, por que faria mal?

Médicos não têm um consenso sobre isso. Há os que defendem que menstruar mensalmente faz mal, como Elsimar Coutinho, e os que dizem que, na verdade, menstruar pode fazer muito bem, como Ana Thais Vargas.

Por outro lado, o que pode acontecer com uma mulher que passa a vida menstruando?

Mesma resposta do tópico anterior. Essa pergunta também divide opiniões e teses polarizadas.

O sangue vai ficar preso?

A ideia de que menstruar todo mês limpa seu corpo não faz sentido, muito menos a de que você pode ficar com o “sangue preso”. Quando você escolhe não menstruar, seu corpo simplesmente fica em estado de latência.

Ok, quero parar de menstruar. O que devo fazer?

Os métodos disponíveis são todos hormonais. A maioria das pílulas funciona com dois hormônios: estrogênio e progesterona. O efeito anticoncepcional está no segundo. Existem pílulas só desse hormônio e com elas é possível interromper a menstruação de forma contínua. Há ainda o DIU Mirena, que também solta progesterona -- com ele você pode ficar até cinco anos sem menstruar.

É importante dizer aqui que mesmo as mulheres com problemas circulatórios, tendência a AVC e trombose podem tomar pílulas que apenas trazem progesterona ou usar o DIU Mirena, uma vez que "o hormônio responsável por esses fatores é o estrogênio", explica Vargas. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
"Fui marmita de traficante"
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Astrologia S/A
do UOL
Redação
Redação
Redação
BBC
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
BBC
BBC
Topo