Relacionamento

Aprenda a ler os sinais e saiba se uma relação vai ou não funcionar

Getty Images
casal joga videogame sintonia Imagem: Getty Images

Carolina Prado e Gabriela Guimarães

Colaboração para o UOL

25/09/2017 04h00

Todos nós damos sinais, no dia a dia, sobre a nossa personalidade, comprometimento e, principalmente, valores pessoais. Então, mesmo apaixonados, também podemos enxergar no outro essas características - que podem ou não ser incompatíveis com a gente. A seguir, sugerimos no que ficar atento antes de se jogar em uma relação séria - até para evitar dor de cabeça no futuro.

Como ele ou ela trata os outros

Já ouviu esta frase: “caráter é o que você é quando ninguém está olhando”? É verdadeira. A maneira com que o par trata as pessoas, sejam elas próximas ou não, dá uma boa ideia de como vai cuidar de você e da sua família no futuro. Há quem seja gentil com os amigos e colegas de trabalho, mas fala grosseiramente com os pais – porque tem muita intimidade - e com desconhecidos, como o garçom do restaurante.

Se há coerência nos planos de vida de vocês

Ao perceber que o namoro está vingando, é importante analisar se vocês têm projetos em comum ou se estão olhando para direções opostas. Por exemplo, você sonha em cair no mundo – morar um tempo em cada lugar, não criar raízes – enquanto o par quer investir numa casa própria e ter carteira profissional assinada até a aposentadoria. As ideias podem mudar, é claro, mas quando existem convicções rígidas --de ambas as partes -- é prudente sentar e conversar seriamente sobre.

O que você faz e as pessoas de quem gosta são valorizados?

Uma relação abusiva não é caracterizada somente por violência física. Diminuir o parceiro também pode ser considerada uma agressão, só que psicológica. Preste atenção, então, se a pessoa está desvalorizando o seu trabalho, profissão e outras coisas que são importantes na sua vida, como sua família, seus amigos e hobbies.

Como ele ou ela lida com a raiva

É um sentimento comum a todos nós, mas a maneira como manejamos a raiva é que faz a diferença. Você percebe isso no dia a dia, nos momentos de tensão – dos quais ninguém está livre. Como ele ou ela age quando está estressado com o trabalho, bravo com a família ou com você e quando um motoqueiro buzina atrás dele, no trânsito? Em todos esses casos, ter uma reação desproporcional à ação é um indício de problema.

O par define o seu caráter pela roupa que veste?

“Você está parecendo uma vadia com esta saia”. Esse é o tipo de comentário, com motivações machistas, que você não vai querer ouvir de um parceiro, porque roupa não define moral, caráter ou justifica assédio e estupro. A maneira como você se veste é uma forma de expressão. Já a frase “mulher minha não usa um decote como este” pode indicar um sentimento de posse por você, que, em muitos casos, resulta em um relacionamento abusivo.

Como ele ou ela lida com os próprios erros

Ás vezes, a gente não se dá conta que está pisando na bola. Outras vezes, porém, percebemos sim e somos chamados atenção por isso e ainda insistimos em não assumir a mancada, por puro orgulho. O segundo cenário é problemático e pode causar diversas discussões no futuro e desgaste para a vida a dois.

A pessoa sempre quer te convencer de algo?

Não tem jeito, para viver um relacionamento, ambos precisam abrir mão de algumas coisas em algum momento. Quando uma das partes da relação não está disposta a ceder, há uma indicação de falta de empatia e generosidade.

FONTES: Aretusa dos Passos Baechtold, psicóloga clínica. Thaís Galvão, psicóloga. Thiago Ribeiro, psicólogo e terapeuta cognitiva comportamental. Sônia Bromberger psicanalista da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Blog do Fred Mattos
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Blog do Fred Mattos
Redação
do UOL
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
EFE
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Comportamento
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
"Fui marmita de traficante"
Blog do Fred Mattos
Redação
Topo