Comportamento

Gêmeas siamesas compartilham o mesmo cérebro e as mesmas emoções há 10 anos

Reprodução/Instagram/inseparablehogantwins
Únicas no mundo, Tatiana e Krista desafiam a medicina Imagem: Reprodução/Instagram/inseparablehogantwins

Do UOL

05/11/2017 20h17

Há dez anos, Tatiana e Krista Hogan compartilham o mesmo cérebro e a mesma cabeça. As canadenses desafiaram os diagnósticos médicos que previam que elas sobreviveriam apenas um dia e agora contam sua trajetória no documentário “Inseparable: Ten Years Joined At The Head”, exibido na CBC-TV.

As gêmeas siamesas estudam, estão aprendendo a ler, escrever e fazer contas, também vão às aulas de natação, andam de bicicleta (adaptada) e correm. A família que vive em Vernon, no Canadá, garante que elas trouxeram felicidade. De acordo com a mãe Felícia, as filhas adoram ir à escola, assistirem “Power Rangers” e comerem bolo.

Veja também

No documentário, Tatiana e Krista mostram como é compartilhar cada momento da vida literalmente juntas. Ainda que tenham personalidades diferentes, uma mais extrovertida e a outra mais tranquila, elas dividem as mesmas emoções. Se uma se sente agitada, a outra automaticamente também fica. As meninas também conseguem controlar os membros umas das outras. Por exemplo, Tatiana controla três braços e uma perna, enquanto Krista controla três pernas e um braço.

Além delas, Felícia (à esquerda) e Brendan são pais de Rosa, 13, Christopher, 11 e Shayleigh, 7. Veja abaixo uma foto com todos, inclusive, os avós (Doug McKay e Louise):

 

A post shared by Inseparable (@inseparablehogantwins)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

 

Os pais de Tatiana e Krista souberam que as cabeças delas tinham se juntando ainda durante a gestação. Na época, os médicos avisaram que o futuro das gêmeas seria incerto. No entanto, abortar não estava nos planos de Felícia e ela seguiu acompanhando o desenvolvimento das filhas até o nascimento.

Únicas no mundo por conta da estrutura de seus cérebros, as gêmeas nunca poderão se separar devido ao risco de lesões graves ou uma possível morte. Elas sofrem de epilepsia e são diabéticas, e por conta disso diariamente tomam remédio, injeções de insulina e fazem exames de sangue com frequência. As informações são da CBC.

Ainda que brinquem juntas e compartilhem os mesmos pensamentos, Felícia explica que precisa trabalhar duro para que as filhas nunca tenham desavenças, pois estarão juntas para sempre. Neurologistas de Vancouver as acompanham com frequência.
 

 

A post shared by Inseparable (@inseparablehogantwins)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

 

A post shared by Inseparable (@inseparablehogantwins)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

 

A post shared by Inseparable (@inseparablehogantwins)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
do UOL
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Opiniões Estilo
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
BBC
BBC
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Blog da Morango
do UOL
Redação
Redação
BBC
Redação
do UOL
Redação
Topo