Comportamento

Medo de palhaço: mais do que aversão, pode ser uma doença psiquiátrica

Brooke Palmer/Warner Bros. Pictures via AP
O ator Bill Skarsgard em cena como Pennywise no filme de terror "It: A Coisa" Imagem: Brooke Palmer/Warner Bros. Pictures via AP

Adriana Nogueira

Do UOL

16/11/2017 04h00

É bem possível que você conheça uma criança que não goste de palhaços. Chore ou saia correndo quando vê um. A aversão é mais difícil de ser escancarada por um adulto, mas saiba que ela existe e não é frescura. Quando acompanhado por reações físicas –como taquicardia, falta de ar e até desmaio--, o medo de palhaços é, na verdade, uma fobia e por isso é classificada como doença psiquiátrica.

Leia também:

Medo de avião: repórter faz curso que promete dar fim à fobia de voar

Você tem medo de quê? Conheça algumas fobias raras

Conheça algumas fobias excêntricas das celebridades 

Pode parecer estranho que um personagem ligado ao universo infantil e ao humor provoque efeitos tão negativos, mas, segundo o psiquiatra e pesquisador da USP (Universidade de São Paulo) Diego Tavares, a fobia pode se desenvolver a partir de estímulos considerados incongruentes pelo cérebro.

"A maquiagem do palhaço remete a uma expressão que não é humana, é artificial. O cérebro entende que ele oferece perigo e dispara reações de defesa", explica Tavares.

Coulrofobia: nome científico da doença

Essa percepção negativa pode se desenvolver em qualquer fase da vida, mas, em geral, ocorre na infância. "Que é quando o cérebro está aprendendo o que é perigoso e o que não é", fala Tavares.

Por isso, pais, atenção! Levou o filho pequeno para ver um palhaço e a criança começou a se esgoelar? Não a afaste bruscamente do personagem, porque isso tem tudo para criar uma percepção ruim e duradoura nela. O melhor é tirá-la de perto com calma, mas falando que o palhaço é do bem, é engraçado e coisas do gênero.

Segundo o psicólogo André Assunção, da rede de saúde privada Hapvida, é possível aprender a conviver com a coulrofobia –nome científico do medo de palhaço. "O medo é um sentimento ligado a autopreservação e sempre vai existir, mas, com tratamento, a pessoa deixa de ter os sintomas físicos associados ao temor."

Tratamento é na terapia 

O tratamento da fobia pode ser só com terapia ou em associação com uso de remédios, daí precisando de acompanhamento com um psiquiatra.

De acordo com o psiquiatra Diego Tavares, a terapia de exposição é um caminho para controlar as fobias específicas, caso do medo de palhaço. Ela, no entanto, não significa colocar o paciente, logo de cara, em contato com aquilo que teme. "É algo que se faz progressivamente. Primeiro se fala sobre o objeto de temor. Em um segundo momento, mostram-se fotos daquilo que se tem medo e por aí vai."

O psicólogo André Assunção fala que, ao se submeter ao tratamento, a pessoa tem de saber que se trata de um processo demorado e individual, não sendo possível estabelecer prazos. “Às vezes, no meio do caminho, o paciente descobre outros medos mais importantes, deixando de lado aquele que o levou a buscar ajuda.”
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
EFE
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Agência Estado
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
do UOL
BBC
AFP
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
ANSA
BBC
Blog do Fred Mattos
Topo