Comportamento

Lena Dunham se desculpa por defender produtor de 'Girls' acusado de assédio

Divulgação
Lena Dunham em cena do último episódio de "Girls" Imagem: Divulgação

do UOL, em São Paulo

19/11/2017 11h47

No início da semana, Murray Miller, um dos produtores da série ‘Girls’, criada e protagonizada por Lena Dunham, foi acusado de assédio sexual pela atriz Aurora Perrineau. Lena e outra produtora, Jenni Korner, rapidamente saíram em defesa de Miller dizendo que não passava de um mal entendido. A declaração gerou reações e, arrependida, ela decidiu se desculpar às mulheres pelo que foi dito.

“Esta acusação é um dos 3% dos casos de assédio que são mal relatados a cada ano”, disse assim que soube da denúncia. Mas, aí, neste domingo (19/11), a fim de amenizar os ânimos de quem a criticou, ela usou o Twitter para se posicionar novamente.

“Como feministas, nós vivemos e morremos pela nossa política, e acreditamos que ser mulher é a primeira escolha que fazemos todos os dias assim que acordamos. Por isso, nunca pensei que eu emitia uma declaração pública defendendo alguém que foi acusado de assédio sexual, mas ingenuamente acreditei que seria importante compartilhar minha perspectiva da situação de um amigo, já que isso aconteceu nos bastidores nos últimos meses”, disse.

“Agora entendo que foi absolutamente o momento errado de apresentar uma declaração desse tipo e lamento muito. Nós recebemos o dom de vozes poderosas e estava errada. Toda mulher merece ser ouvida, e nossa relação com o acusado não deve fazer parte do cálculo que alguém faz ao examinar seu caso. Toda pessoa e toda feminista tem que ouvi-la. Sob o patriarcado, ‘eu acredito em você’ é essencial. Até que todos nós acreditamos, nenhum de nós será acreditado. Peço desculpas a todas as mulheres desapontadas.”

A acusação foi feita em meio a uma série de outras denúncias que tomou conta de Hollywood nos últimos meses. Diretores, produtores e atores têm sido apontados por atrizes como agressores. Lena, inclusive, havia elogiado a coragem de colegas que denunciaram: "As mulheres que escolheram falar sobre sua experiência de assédio por Harvey Weinstein [um dos maiores produtores de cinema do mundo] merecem nossa admiração. Não é divertido ou fácil. É corajoso."

 

As mulheres que escolheram falar sobre sua experiência de assédio por Harvey Weinstein merecem nossa admiração. Não é divertido ou fácil. É corajoso... - Veja mais em https://estilo.uol.com.br/comportamento/noticias/redacao/2017/10/07/por-que-famosas-estao-caladas-diante-de-escandalo-de-assedio-em-hollywood.htm?cmpid=copiaecola

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
EFE
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Agência Estado
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
do UOL
BBC
AFP
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
ANSA
BBC
Topo