Vida no trabalho

11 lições de linguagem corporal para se dar bem na entrevista de emprego

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Heloísa Noronha

Colaboração com o UOL

07/12/2017 04h00

De nada adianta um currículo nota 10, recheado de cargos importantes e empresas de prestígio, se na hora da entrevista você acabar com as chances de obter a vaga tão desejada ao mandar mal nas atitudes. Os entrevistadores são experts em decifrar as nuances da linguagem corporal e podem limar você do processo de seleção se acharem que alguns comportamentos fogem ao esperado.

Veja também

Siga esses 11 conselhos básicos e encare o momento com maior segurança:

1.Sorria, meu bem

Após a atitude básica - cumprimentar com educação, falando "bom dia" ou "boa tarde" - dê um sorriso simpático, seguro e que, principalmente, demonstre sua satisfação em estar ali. Não precisa expressar mais gentileza ou extroversão do que o momento requer, pois pode gerar má interpretação. Apenas aja com cordialidade.

2. Aperte a mão do entrevistador, mas nem tanto

O aperto deve ser firme, mas sem esmagar a mão do outro - há o risco de a força ser encarada como agressividade e até arrogância. Já o cumprimento frouxo costuma indicar uma personalidade relaxada e pouco comprometimento.

3. Olha a postura!

Nunca se posicione relaxando totalmente as costas no encosto da cadeira, pois isso pode gerar no entrevistador a impressão de que você não tem interesse no que ele está falando. Inclinar-se levemente para a frente - mas não muito - mostra atenção no conteúdo da conversa. Reaja com movimentos corporais discretos em certos momentos da entrevista e mude de posição algumas vezes. A rigidez pode passar a impressão de tensão ou artificialidade.

4. Controle o gestual

As mãos precisam ter uma sincronia harmônica com a fala e devem estar sempre abertas, mostrando interesse ao que se ouve.

5. Olhe nos olhos do entrevistador, mas sem fixar demais

É para criar contato visual, não intimidá-lo ao ponto de achar que você tem algum grau de psicopatia. Procure focar no triângulo entre os olhos e a boca. Evite olhar ao redor, principalmente ao responder alguma pergunta: isso soa como sinal de tédio ou, pior, insegurança.

6. Incline o corpo ligeiramente para frente

Faça o movimento quando for escutar uma pergunta: esse movimento transmite humildade, disposição e interesse pelo questionamento.

7. Sinalize com a cabeça

Ao fazer movimentos discretos de concordância com a cabeça, você demonstra interesse no que está sendo abordado. Isso facilita a conexão pessoal com o entrevistador.

8. A cara da calma

O ideal é manter uma expressão facial serena, confiável e neutra, demonstrando equilíbrio. Nada de fazer caras e bocas ou retesar muito a testa.

9. Evite braços e pernas cruzados ao mesmo tempo

Essa postura passa a imagem de que é uma pessoa fechada ou de que está prestes a enfrentar um combate. Procure estar em sintonia com o gestual do entrevistador. Evite ficar com o braço apoiado na mesa o tempo todo, pois esse comportamento indica que é alguém rígido, inflexível e pouco resiliente.

10. Fuja de movimentos que demonstrem nervosismo

Roer unhas, ficar apertando as próprias mãos, morder a ponta da caneta ou brincar com colares, relógios e pulseiras. Mantenha as mãos em repouso durante a conversa e, pelo amor, não fuce no celular.

11. Não fique olhando para o relógio

Esse gesto pode ser interpretado como algo rude e que você está com pressa. Lembre-se: a entrevista é o momento de estar 100% presente ali e de dar o melhor de si.
 

Fontes: Alexandre Prado, coach, especialista em finanças e presidente da consultoria Núcleo Expansão, do Rio de Janeiro (RJ); Andrea Deis, gestora empresarial pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), pedagoga e master coach, e Paulo Cota, professional e life coach e diretor da empresa Co-laborar, em São
Bernardo do Campo (SP)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
Comportamento
BBC
Redação
BBC
BBC
do UOL
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Topo