Comportamento

Engravidar na piscina? Conheça cinco mitos e uma verdade sobre motel

Getty Images
Imagem: Getty Images

Daniela Carasco

Do UOL, em São Paulo

29/01/2018 04h00

Quem nunca ouviu ou viveu uma história de motel? Cenário propício a experiências diversas, o espaço costuma ser protagonista também de uma série de lendas e tabus. Afinal, o que é verdade e o que é mentira quando o assunto é o famoso quarto com espelho no teto?

Consultamos a Associação Brasileira de Motéis, o clínico geral Roberto Debski, a infectologista da Unifesp Gisele Cristina Gosuen e o infectologista do Hospital Santa Paula Claudio Gonsalez para desvendar os principais deles:

Veja também:

Posso engravidar na piscina do motel

MITO. “Aposto que está cheia de espermatozoides”: este é um comentário clássico de quem tem aversão à piscina de motel. Se o medo é de engravidar, acalme-se. Segundo a ABM, a água é tratada com cloro, conforme padrões especificados da Vigilância Sanitária, e os filtros, ligados 24 horas por dia. Não existe a menor chance de o espermatozoide sobreviver. Fora do corpo humano, ele pode resistir por até duas horas, mas, para isso, precisa estar em condições ambientais adequadas -- mergulhado em sêmen ejaculado dentro de uma camisinha. Agora, se a água não estiver tratada, evite. Na ausência de cloro, agentes infecciosos e causadores de DST, como os da Hepatite A, podem se reproduzir e contaminar os frequentadores. 

É melhor jogar água quente na banheira de hidromassagem para desinfetar

MITO. Motéis de qualidade têm como prática higienizar e esterilizar a hidro em dois processos para evitar contaminação. A primeira etapa é a da higienização da tubulação com um produto à base de cloro, assim como nas piscinas. Já no outro processo é feita a esterilização de toda a superfície da banheira com produtos desinfetantes. Até porque só água quente não é o suficiente para combater bactérias e fungos. A limpeza exige a presença de algum agente antisséptico como álcool ou detergente. Na dúvida, se o espaço está bem cuidado, repare se existem manchas ou sinais de ferrugem, que funcionam como alerta para evitar o uso. Caso contrário, se jogue!

Quem vem depois inevitavelmente toca nas secreções do casal anterior

MITO. Há quem não frequente motéis por conta do medo de tocar no esperma e no suor do casal anterior. A ABM, porém, garante que após a saída de todo hóspede, camareiras fazem a troca completa das roupas de cama e banho. Na sequência, tudo é encaminhado a lavanderias terceirizadas, como qualquer hotel ou spa. Todas as peças do enxoval disponíveis para uso devem estar embaladas em um saco plástico lacrado. Se não estiverem, desconfie! Decidiu tomar um banho? Verifique se sabonetes e xampus estão lacrados.

A comida sempre vem da padaria ao lado

MITO. Hoje é cada vez mais comum encontrar estabelecimentos com serviços que vão além da hospedagem. Os da categoria Premium, por exemplo, têm como prática comum convidar chefs renomados para assinar seus cardápios. De maneira geral, as cozinhas ficam abertas 24 horas por dia, com opções variadas de lanches, refeições completas e até sobremesas. 

Não dá para chegar a pé

MITO. Por muito tempo, o acesso aos motéis só era permitido de automóvel. Mas há cerca de três anos, com o boom dos aplicativos de mobilidade, muitos estabelecimentos estão se adaptando com locais de embarque e desembarque, além de portões para pedestre.

Há risco de contrair DST ao encostar nos móveis

VERDADE. Higienizar todos os móveis costuma ser um procedimento operacional padrão dos motéis, que ainda contam com uma dupla checagem. O problema é que se por acaso não for realizado, o local fica propício à permanência de micro-organismos. Na presença de uma secreção -- úmida e quente --, os causadores da gonorreia podem permanecer ativos por até três dias, enquanto os do HPV, sete. A sobrevida dos micro-organismos só cai quando estão em superfícies secas. Para não correr o risco, prefira cobri-los com uma toalha ou então passar álcool em gel, que tem ação protetora superior a 70%.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Blog Alto Astral
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog Em Desconstrução
Redação
ANSA
Blog Alto Astral
Blog Extraordinárias
Blog da Morango
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Blog Alto Astral
Redação
Redação
Blog Alto Astral
Blog Deu Match
Redação
do UOL
Redação
EFE
Blog Extraordinárias
Blog Alto Astral
Blog da Morango
Redação
AFP
Redação
EFE
BBC
Blog Alto Astral
Blog Deu Match
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog Alto Astral
do UOL
Redação
Redação
do UOL
AFP
Redação
Redação
Blog Deu Match
Topo