Relacionamento

Você corre riscos por amor?

Descubra se você é do tipo que se expõe ou se esconde diante de uma situação amorosa em que não há a certeza de sucesso. O teste foi elaborado com a consultoria do psicólogo Marcelo Quirino, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

  1. 310

    Seu amor precisou viajar a trabalho na semana em que comemoram o aniversário de namoro. Um amigo sugeriu que aparecesse no local de surpresa. O que você pensa?

    thinkstock
  2. 410

    Quando pensa sobre os seus relacionamentos, conclui que o seu maior medo é:

    thinkstock
  • thinkstock
    [[pts]] de 90 pontos

    Freio de mão puxado

    Você detesta arriscar quando se trata de sentimentos. Prefere entrar em um relacionamento sério só quando já tem certeza de que o seu afeto é correspondido. Da mesma forma, só se declara quando sente segurança. No entanto, é preciso considerar que, no amor, os riscos muitas vezes são saudáveis, pois levam ao amadurecimento. 'Quem não se entrega mantém o controle da situação. Porém, um dos aspectos mais interessantes do amor é justamente a sua instabilidade, a sua imprevisibilidade. A saudade, o coração acelerado, a insegurança são os temperos do amor. A estabilidade, muitas vezes, só serve para nos encher de tédio', defende o psicólogo Marcelo Quirino, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Por fim, é preciso ter em mente que o risco pode levar ao sofrimento, mas também à felicidade plena.

  • thinkstock
    [[pts]] de 90 pontos

    Um pé atrás

    Você não chega a paralisar diante do medo de ser rejeitado, mas também não é do tipo que se arrisca sem pesar as consequências. O equilíbrio é o que mais preza, no entanto, quando se depara com o desconhecido, acaba preferindo se resguardar a se expor. E aí está o seu erro. Para amar, é preciso pensar menos e agir mais, afinal, é isto o que alimenta a espontaneidade e a criatividade que todo relacionamento precisa. E o primeiro passo para se soltar mais é o autoconhecimento. 'Só ama livremente quem se conhece bem, sabe o que quer e o que precisa em um relacionamento', explica o psicólogo Marcelo Quirino, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

  • thinkstock
    [[pts]] de 90 pontos

    Sem medo de viver

    Amar é um risco impossível de calcular! Você não só sabe disto como adora viver com aquela sensação de frio na barriga. Por isso mesmo, não pensa duas vezes antes de expressar o que sente. 'A ausência do medo de amar é saudável. Somos feitos para correr riscos e só ama quem se permite arriscar', acredita o psicólogo Marcelo Quirino, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Para chegar a este estágio, você teve que lidar com a própria insegurança em relação ao abandono e à rejeição, que chega a atrapalhar muitas pessoas e as impende de agir livremente. Que fique claro: atuar de forma direta e assertiva não significa imaturidade, mas sim segurança em relação ao que você quer e busca num relacionamento. Pode se orgulhar de si mesmo!

  • [[pts]] de 90 pontos

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Blog do Fred Mattos
Redação
do UOL
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
EFE
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Comportamento
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
"Fui marmita de traficante"
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo