Comportamento

Você precisa de uma relação romântica?

Thinkstock
Imagem: Thinkstock

Há quem aprecie grandes gestos de amor, enquanto outros preferem encarar o relacionamento de maneira mais prática. Faça o teste elaborado com a consultoria do psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamento pela Universidade de Miami, e descubra qual é o seu perfil.

  • Thinkstock
    [[pts]] de 60 pontos

    Praticidade em pessoa

    Você não precisa de um relacionamento romântico e nem gosta da ideia clássica de romantismo, difundida entre muitos casais. Para você, é no dia a dia que o verdadeiro sentimento se mostra, em pequenos gestos que demonstram cuidado e interesse pela vida do outro. No entanto, a sua maneira prática de enxergar os sentimentos pode ser interpretada como frieza por um par mais sentimental. ?A dica, neste caso, é se permitir receber o carinho e considerar que o outro também precisa ser agradado vez ou outra?, aconselha o psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamento pela Universidade de Miami.

  • Thinkstock
    [[pts]] de 60 pontos

    Romantismo na medida

    Você não precisa de uma relação romântica, mas gosta! O que diferencia você dos românticos assumidos é o seu senso de realidade, que o impede de idealizar demais e exigir grandes gestos de amor do parceiro a todo o momento. 'O romantismo é muito importante, mas deve sempre respeitar os limites do outro. É necessário entender que o mundo não gira em torno do relacionamento', afirma o psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamento pela Universidade de Miami. Por ter consciência disto, você pode ser descrita como uma pessoa equilibrada e segura.

  • Thinkstock
    [[pts]] de 60 pontos

    Quanto mais romantismo, melhor

    Você precisa que o outro demonstre os sentimentos planejando surpresas, declarando-se e criando situações dignas de uma trama de cinema. O seu desafio, porém, é entender que não é sempre que o romantismo estará presente na relação, especialmente depois de um tempo de convivência. 'Quem tem este perfil costuma ter crises de impulsividade e agressividade quando não é correspondido da maneira que esperava, e isto pode levar ao fracasso do relacionamento', pondera o psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamento pela Universidade de Miami.

  • [[pts]] de 60 pontos

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

BBC
Redação
Redação
Blog Alto Astral
Redação
Redação
Blog Alto Astral
Blog Deu Match
Redação
do UOL
Redação
EFE
Blog Extraordinárias
Blog Alto Astral
Blog da Morango
Redação
AFP
Redação
EFE
BBC
Blog Alto Astral
Blog Deu Match
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog Alto Astral
do UOL
Redação
Redação
do UOL
AFP
Redação
Redação
Blog Deu Match
Redação
Blog Extraordinárias
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo