Relacionamento

O que mais o atrai em alguém?

Thinkstock
Imagem: Thinkstock

Aparência, inteligência, sexo ou romantismo: qual dessas características vale mais para você, homem ou mulher, na hora de engatar uma relação? Faça o teste elaborado com a consultoria do psicólogo Ailton Amélio da Silva, professor da USP (Universidade de São Paulo) e autor do livro "O Mapa do Amor" (Editora Gente).

  • Thinkstock

    A aparência

    Para você, é difícil resistir à atração física: você facilmente se encanta com a aparência das pessoas. "Quem tem esse tipo de perfil, geralmente, se preocupa mais com os próprios sentimentos e esquece de perceber ou mesmo de perguntar como é que o outro se sente na relação", afirma o psicólogo Ailton Amélio. Além disso, é bom refletir: o par que mexe com a sua cabeça, e atende a todos os pré-requisitos de beleza, pode não oferecer outras qualidades necessárias para garantir o futuro do relacionamento.

  • Thinkstock

    A inteligência

    Antes de se entregar, você procura conhecer a pessoa a fundo e avalia os mínimos detalhes para saber se realmente combinam. "Quem tem esse perfil, normalmente, examina os pretendentes para checar se atendem a uma série de expectativas suas", explica o psicólogo Ailton Amélio. E, na balança, caráter e inteligência são atributos decisivos para a escolha. Porém, quando o assunto é amor, o melhor caminho é o do meio, onde equilibramos razão e emoção.

  • Thinkstock

    A química sexual

    Você encara o amor como um jogo; sedução e liberdade sexual são seus lemas na hora da conquista. "Esse tipo de pessoa se interessa por parceiros muito diferentes, mas dificilmente estabelece uma ligação profunda com eles. Assim que ganha o jogo, o interesse diminui rapidamente", declara o psicólogo Ailton Amélio. A única ressalva é que, com tanto desprendimento, você pode acabar ferindo as pessoas com quem se relaciona. Cuidado!

  • Thinkstock

    O romantismo

    Você se entrega por inteiro ao parceiro e espera a mesma postura dele. "Quando esse tipo de pessoa se apaixona, tudo gira em torno do relacionamento, o que é perigoso. Isso porque ela pode se tornar ciumenta, obsessiva, insegura e fantasiar demais", diz o psicólogo Ailton Amélio. Para escapar dessa armadilha, a orientação é controlar seus impulsos: colocar os pés no chão antes de investir na relação e submeter suas percepções ao crivo da razão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Fred Mattos
Comportamento
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
"Fui marmita de traficante"
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Opiniões Estilo
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Blog do Fred Mattos
Topo