Comportamento

Você é convencido?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Ser autoconfiante é diferente de ser arrogante. Quer saber se você é um convencido? Faça o teste elaborado com a consultoria de Marianna Protázio Romão, psicóloga pela UFPE (Universidade Federal de Pernambuco).

  • Getty Images

    Sim, cheio de si

    Você está convicto de que tem plena capacidade de lidar com qualquer situação, seja ela boa ou ruim. E mais: acredita que ninguém é melhor do que você para enfrentar os altos e baixos da vida. Pois saiba que esse excesso de autoconfiança pode esconder imaturidade. "A arrogância pode ser uma forma de se defender, de fazer prevalecer os próprios pontos de vista e de esconder a falta de jogo de cintura para lidar com críticas", diz a psicóloga Marianna Protázio Romão. Você acredita que, agindo assim, conseguirá atingir suas metas e ser respeitado pelos demais. Em vez disso, procure lembrar-se de que não é melhor e nem pior do que ninguém, mas único e capaz.

  • Getty Images

    Não, é autoconfiante

    Embora saiba que a vida é feita de altos e baixos, você tem consciência de que não é possível colher bons frutos sem se arriscar. E, por isso, vive um dia de cada vez sem medo de ser feliz. "Pessoas assim confiam na própria capacidade de lidar com o mundo exterior sem serem esmagadas por ele", diz a psicóloga Marianna Protázio Romão. Porém, você também sabe que existe uma linha bem tênue entre a autoconfiança e a arrogância. Por esse motivo, toma o máximo cuidado para não valorizar apenas suas habilidades e capacidades no dia a dia, mas procura aprender com o que os outros têm a oferecer. E esse é exatamente o caminho.

  • Getty Images

    Não, é inseguro

    De acordo com suas respostas, você sente frio na barriga só de pensar em sair da sua zona de conforto. Não confia nos próprios talentos e acredita não ter capacidade de lidar com desafios e imprevistos. Para lidar com essa insegurança, é importante saber que todos têm seus receios, mas que é preciso dar um passo em direção ao desconhecido, acreditando que possui em si mesmo todas as ferramentas para enfrentar qualquer dificuldade que surgir no caminho. "Se não vivermos a vida com seus sabores e dissabores, jamais saberemos até onde poderíamos ter chegado", afirma a psicóloga Marianna Protázio Romão.

  • Getty Images

    Pode até parecer, mas não é

    Você pode ser muito confiante nas tarefas nas quais tem experiência, mas não ousa encarar desafios, pois tem medo de falhar e dos outros descobrirem suas fraquezas."Pessoas assim evitam tudo aquilo que possa lhes tirar dos lugares em que sua excelência seja reconhecida", explica a psicóloga Marianna Protázio Romão. O risco desse comportamento é viver a vida de forma limitada ou, pior, atrás de uma máscara. E, com isso, acabar estagnado. Procure acreditar que é capaz de ir além, que é competente. Tenha consciência de que está sujeito a todo tipo de situação, mas que sua capacidade para o êxito prevalece.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
BBC
Redação
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
UOL Estilo
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Comportamento
BBC
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Topo