Comportamento

Você é um profissional ético?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Você tem uma postura correta no trabalho? Responda, com muita sinceridade, a esse teste, que contou com a colaboração do cientista social Robert Henry Srour, autor do livro "Ética Empresarial" (Elsevier Editora).

  • Getty Images

    Ética acima de tudo

    Honestidade e integridade são suas marcas. E, como as relações entre funcionários e empresa são cada vez mais pautadas pela transparência, você leva vantagem em relação a outros profissionais. Apenas tome cuidado para não se chocar com gestores e companhias que não sejam tão éticos quanto você. "A recomendação é procurar empresas com os mesmos valores do que os seus", diz o cientista social Robert Henry Srour, autor do livro "Ética Empresarial" (Elsevier Editora)

  • Getty Images

    Dá suas derrapadas

    Sua honestidade balança um pouco nas situações em que você pode se beneficiar de alguma maneira. Para você, pequenos deslizes, como levar para casa uma caneta da empresa ou guardar o troco de uma diária de viagem, não pesam tanto assim. Porém, pense duas vezes antes de incorrer nesses erros novamente. De acordo com cientista social Robert Henry Srour, autor do livro "Ética Empresarial" (Elsevier Editora), organizações idôneas podem ser bastante rigorosas em auditorias e fiscalizações e não perdoarão nem mesmo um simples vacilo.

  • Getty Images

    Entra na onda

    Você se deixa levar pelo comportamento dos outros. Por isso, não vê problemas em agir de maneira antiética de vez em quando, se estiver se sentindo respaldado pelos colegas. E, de acordo com o cientista social Robert Henry Srour, autor do livro "Ética Empresarial" (Elsevier Editora), muitas vezes o exemplo negativo vem da própria empresa. O que não justifica, no entanto, a sua atuação incorreta. "Mesmo que esteja em uma empresa que atue de maneira antiética, é importante se policiar. Ou estará sendo cúmplice", afirma ele.

  • Getty Images

    Abriu mão da ética

    Seu senso ético anda meio adormecido, não acha? Na verdade, suas respostas indicam que você coloca a busca de vantagens profissionais e financeiras acima de outros valores. Tenha cuidado, pois agindo dessa forma a sua carreira, dentro e fora da empresa atual, corre sérios riscos. "O profissional que faz uso de artifícios, mentiras e fofocas para se beneficiar dificilmente prosperará na carreira", afirma cientista social Robert Henry Srour, autor do livro "Ética Empresarial" (Elsevier Editora).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
do UOL
BBC
AFP
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
ANSA
BBC
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Pelado na ioga
do UOL
Redação
Topo