Comportamento

Vocês formam um casal grudento?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Avalie se os momentos a dois estão prejudicando a sua individualidade. O teste foi elaborado com a consultoria da psicóloga Graziela Baron Vanni, coautora do livro "Amor Ciúme e Infidelidade" (editora Letras do Brasil)

  • Getty Images

    Sim e isso lhe incomoda

    Você aprecia sua privacidade e adora desfrutar momentos a sós. Porém, desde que começou a se relacionar, teve de abrir mão disso. Para contornar a situação, o primeiro passo é dizer ao par como se sente, mas com tato. "Coisas complicadas precisam ser ditas em momentos leves e de descontração", afirma a psicóloga Graziela Baron Vanni. "Nunca fale sobre isso quando estiverem tensos. A tensão rouba as palavras, o equilíbrio e, muitas vezes, a educação"

  • Getty Images

    Não, são um casal equilibrado

    Desde que encontrou seu parceiro, você se sente mais feliz e completo, pois tem alguém com quem dividir planos. Mas nem por isso deixou de lado sua vida e seus objetivos individuais. Segundo a psicóloga Graziela Baron Vanni, essa é uma ótima forma de manter o bem-estar pessoal e garantir o futuro da relação. "A pessoa não deixa de ser ela no momento em que encontra um parceiro, apenas agrega funções, sonhos e objetivos', afirma a especialista.

  • Getty Images

    Nem um pouco, são até distantes

    Você não abre mão dos seus sonhos e de realizar as suas vontades por causa de ninguém. Por isso, não é raro deixar o par em segundo plano. Não há nenhum problema em agir assim, desde que o parceiro não cobre mais atenção da sua parte. Aliás, olhar as necessidades dele é um bom começo. "É interessante ter um tempo exclusivo para estar com quem se relaciona amorosamente, tirando proveito dos códigos que só os dois têm", afirma a psicóloga Graziela Baron Vanni

  • Getty Images

    Sim e você adora

    Você e o par estão sempre grudados e fazem tudo o que podem juntos. E acham isso uma delícia. Segundo a psicóloga Graziela Baron Vanni, só é preciso cuidado para manter o respeito mútuo, mesmo com a convivência frequente. "Quando o casal está em sintonia é porque ultrapassou uma barreira, um já não precisa impor seu 'eu' ao do outro", diz. Nesse caso, o indivíduo aceita o par como é. "Ele parte do pressuposto de que a própria felicidade está em fazer o amado feliz"

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
"Fui marmita de traficante"
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Astrologia S/A
do UOL
Redação
Redação
Redação
BBC
Blog da Morango
Redação
Topo