Comportamento

O ciúme está atrapalhando a sua relação?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Reflita sobre o assunto a partir do teste elaborado com a consultoria da psicóloga Andrea Lorena,coordenadora dos setores de pesquisa e tratamento do amor patológico e ciúme excessivo do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo

  • Getty Images

    Não, você não sente ciúme

    Suas respostas sugerem que você não cultiva esse sentimento, tão comum aos casais. "Pessoas que não têm ciúme normalmente são mais autônomas e seguras. Acreditam que não podem ser trocadas com facilidade. Porém, se isso acontecer, irão ficar tristes, mas seguirão em frente", diz a psicóloga Andrea Lorena. O excesso de confiança só atrapalha se fizer o par sentir-se menos importante na relação. Para manter o equilíbrio, procure observar e entender as necessidades e os desejos dele

  • Getty Images

    Não, mas há um grande risco

    Aparentemente, você sofre muito com o ciúme.Porém, por medo de perder o par, sufoca o sentimento tanto quanto possível. Agindo assim, pode até poupar a relação por um tempo, mas o risco é estourar quando chegar ao limite, de forma totalmente exagerada. "É essencial poder falar sobre o que sente com o parceiro, em uma conversa clara e direta. Ele pode, inclusive, ajudá-lo a tratar o problema. A terapia de casal, por exemplo, pode ser uma ótima estratégia", afirma a psicóloga Andrea Lorena

  • Getty Images

    Não, você preserva a relação

    Pelas suas respostas, você parece sentir ciúme em situações pontuais. E, de maneira leve e assertiva, expressa isso ao par. "Nesse caso, o ciúme não é algo nocivo à relação, mas pode até ajudar no crescimento do casal. O sentimento, na dose exata, faz o parceiro sentir-se amado e querido", afirma a psicóloga Andrea Lorena. Na sua relação, aparentemente ambos se respeitam, não abrem mão da própria individualidade e conhecem os limites um do outro. O que, segundo a especialista, é extremamente saudável

  • Getty Images

    Sim, é ciumento demais

    Suas respostas indicam que você sofre com um ciúme excessivo e o expressa de maneira inadequada, prejudicando a convivência com o par. "Por trás desse comportamento, podem estar a insegurança, a baixa autoestima, sintomas depressivos e ansiosos", diz a psicóloga Andrea Lorena. E, nesse caso, o ideal é buscar tratamento. "O ciúme quase sempre é um problema de quem sente. Ainda que o parceiro dê motivos, o que torna o ciúme patológico é a maneira como reagimos a ele", declara Andrea

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Alto Astral
do UOL
Redação
Redação
BBC
Redação
AFP
EFE
Redação
Redação
Redação
Blog Deu Match
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
ANSA
Redação
Redação
Redação
Redação
EFE
Blog Alto Astral
Redação
do UOL
EFE
Redação
Blog Alto Astral
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
EFE
BBC
EFE
Blog Alto Astral
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
BBC
BBC
BBC
Blog do Fred Mattos
Blog Alto Astral
Redação
Topo