Comportamento

Que tipo de "ex" você é?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Qual é a imagem que você passa ao ex-parceiro, após o fim do relacionamento? O teste elaborado com a colaboração do psiquiatra e psicoterapeuta Renato Mancini, pesquisador do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP, vai ajudá-lo a descobrir

  • Getty Images

    O eterno amigo

    Ao que tudo indica, você e o "ex" conseguiram preservar os ganhos da relação, transformando o sentimento que os uniu em um amor fraterno. Isso pode indicar maturidade, mas, em alguns casos, pode esconder uma dificuldade de seguir adiante, após o fim do romance. "Para que haja um rompimento de fato --e ambos possam reconstruir suas vidas--, em geral, é preciso um período de afastamento, em que cada um deve ter o seu espaço", diz o psicoterapeuta Renato Mancini

  • Getty Images

    O que guarda rancor

    Suas respostas indicam que você ainda está preso ao relacionamento que terminou, cultivando memórias desagradáveis e alimentando o desejo de ir à forra. No entanto, se quiser realmente tocar a vida adiante, deve agir com mais autonomia. "Não gere conflitos desnecessários, esqueça as tentativas de atingir o 'ex' à distância. Pare de responsabilizar o outro pelo próprio bem-estar, e procure focar na conquista da sua felicidade", diz o psicoterapeuta Renato Mancini

  • Getty Images

    O desencanado

    Aparentemente, você superou o fim da relação e já reconstruiu sua vida sem a figura do "ex". Em alguns momentos, é como se o relacionamento nem tivesse existido. Essa capacidade de desprendimento indica alto grau de segurança e autonomia. "Quem age assim também sofre, porém não se entrega à condição de tristeza e à sensação de perda. Prefere seguir adiante, em busca do próprio bem-estar e da realização pessoal", diz o psicoterapeuta Renato Mancini

  • Getty Images

    O dependente

    Suas respostas sugerem que você ainda não aceitou o fim do relacionamento. Ao contrário, interiorizou o sofrimento e acabou optando pelo isolamento social. É preciso avaliar sua condição de insegurança, para não ser novamente subjugado em um relacionamento, com o "ex" ou com outra pessoa qualquer. "Ao se tornar dependente do outro, você se submete a tudo para permanecer junto, chegando até a aceitar humilhações", diz o psicoterapeuta Renato Mancini

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
do UOL
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Opiniões Estilo
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Topo