Gravidez e filhos

5 coisas que você precisa saber antes de levar crianças à praia

Stock
Imagem: Stock

Do UOL

09/01/2017 18h10

Vai dar praia no fim de semana? Antes de fazer as malas e cair na estrada com os filhos, é melhor se preparar com um pouco mais de cuidado. Não dá para usar qualquer tipo de protetor solar e os horários de passeios vão precisar ser reavaliados. Confira abaixo algumas sugestões para não esquecer na hora de se preparar e aproveite os dias quentes com mais tranquilidade. 

  • A partir de que idade?

    Não existe um consenso sobre quando os bebês podem começar a frequentar a praia, mas os especialistas costumam recomendar esperar pelo menos até os seis meses de vida para fazer a primeira visita ao litoral. O que não muda são as recomendações de cuidado com a exposição solar --os horários adequados são antes das 10h e depois das 16h. A partir do quarto mês de vida, o bebê já pode entrar na piscina. Para nadar no mar, porém, é melhor esperar até ele completar um ano.

  • A questão do protetor solar

    Protetores solares são indicados somente para crianças a partir de seis meses. Antes disso, não devem usar o produto nem ser expostas de maneira intensa ao Sol. As crianças mais velhas podem usar produtos específicos, preferencialmente sem compostos químicos, como ácido paraminobenzóico (PABA) ou Benzofenona-3. Leia mais

  • Na bagagem

    A mala de viagem deve incluir itens como camisetas leves e claras, bonés ou chapéus, fraldas próprias para a água, toalhas e brinquedos para a praia. Para crianças com mais de um ano, leve também um repelente (lembrando sempre de consultar antes o pediatra, para evitar problemas com eventuais alergias).

  • Alimentação

    Assim como os adultos, hidratação é fundamental para as crianças: água, sucos e água de coco são sempre bem-vindos, consumidos a cada 30 minutos. No entanto, os alimentos costumeiramente vendidos à beira-mar, como espetinhos ou sanduíches com maionese, não são boa escolha para os pequenos. E, mesmo de férias, deve-se procurar manter a rotina da criança, com seus horários de alimentação.

  • Para evitar problemas

    Criança perdida na praia é um clássico das férias de verão. Para que não aconteça com você, fique sempre de olho e, se possível, coloque uma pulseira de identificação com os dados básicos dos pequenos. Para crianças mais velhas, ensine para quem elas podem procurar ajuda caso se percam (como os salva-vidas ou policiais) e combine um ponto de encontro seguro para que eles possam se dirigir em caso de desencontro com os pais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Beleza e maternidade
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo