Gravidez e filhos

Dez perguntas e respostas sobre a troca de fralda e o banho do bebê

Getty Images
Para o banho, prefira sabonete líquido; a versão em bara acumula micro-organismos Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/03/2016 07h25

Ao trazer o recém-nascido para casa, os pais se deparam com uma rotina de cuidados que, apesar de prazerosa, pode suscitar várias dúvidas nos primeiros dias. Por isso, o UOL conversou com três pediatras e reuniu respostas para as dez perguntas mais comuns.

Fontes: Werther Brunow de Carvalho, pediatra do Hospital Santa Catarina; Wylma Maryko Hossaka, pediatra do hospital Beneficência Portuguesa, e Mariana Deboni, pediatra do Hospital Sírio Libanês, todos em São Paulo.

  • Quais produtos são realmente necessários para a higiene do bebê?

    Nas trocas de fraldas, em casa, basta algodão embebido em água morna. Ao sair com a criança, pode-se usar lenços umedecidos. Para o banho, prefira sabonete líquido com perfume suave e que possa ser utilizado no corpo e nos cabelos (a versão em barra acumula mais micro-organismos). Por fim, cotonete para enxugar o umbigo e entre os dedos.

  • Que cuidados devem ser tomados na hora de limpar os genitais?

    Para meninos e meninas, a orientação é a mesma: a limpeza deve ser feita de cima para baixo. Não se deve fazer a limpeza da região perineal e anal em direção ao genital. E nada de pressionar a região para garantir a correta higienização.

  • Deve-se usar pomada para assaduras em toda troca de fralda?

    O produto ?que tem de ter óxido de zinco e petrolatum na sua fórmula-- deve ser reservado para quando o bebê apresentar sinais de assadura. Segundo os médicos ouvidos, não há evidência de que a sua utilização em toda troca evite o surgimento do problema. Caso apareçam assaduras, aí, sim, é preciso usar a pomada toda vez que a criança for trocada, o que deve ocorrer em intervalos menores.

  • O bebê pode tomar mais de um banho por dia?

    Pode, mas o sabonete deve ser usado apenas uma vez, para evitar o ressecamento. Nos outros momentos em que o bebê for para a banheira, apenas água é suficiente para higienizar e refrescar.

  • É preciso fazer um último enxágue no banho com água limpa?

    Sim. A água da banheira acumula bactérias, resíduos de pele e sabão. Por isso, antes de tirar o bebê da banheira, o ideal é jogar água limpa sobre o corpo dele.

  • Há hidratantes para bebês. É necessário usar esse tipo de produto?

    O item só é recomendado quando o bebê apresenta dermatite (inflamação da pele) e, nesse caso, o objetivo será terapêutico e não cosmético. No dia a dia, dispense.

  • Como retirar as crostas que aparecem no couro cabeludo do bebê?

    As crostas não são nada além de restos de tecido e oleosidade do couro cabeludo. Elas podem ser facilmente retiradas quando amolecidas. Para isso, basta aplicar óleo infantil na região 30 minutos antes do banho. Depois, já na banheira, pode-se usar um pente fino para remover delicadamente as casquinhas soltas. A remoção tem de ser diária para impedir a proliferação de bactérias e fungos.

  • Como fazer a higiene do umbigo, antes e depois de cair?

    O coto umbilical leva de sete a 14 dias para cair. A higienização deve ser feita com álcool 70%, vendido em farmácias. A cada troca de fraldas, o coto umbilical deve ser limpo em toda sua extensão, com a ajuda de um cotonete embebido no líquido. Após cair, a cicatriz ganha o nome de umbigo. Ela deve ser higienizada da mesma maneira até que a região fique completamente seca, momento em que deixa de exigir cuidados especiais.

  • Qual é a melhor forma de limpar as orelhas?

    Caso não haja casquinhas, basta limpar a região externa com a toalha úmida, após o banho. Se houver, pode-se usar um cotonete embebido em óleo de bebê para amolecer, mas apenas na parte externa.

  • Quais os cuidados para cortar as unhas?

    As unhas dos bebês devem ser cortadas sempre que estiverem grandes, pois é muito comum a criança se arranhar. O ideal é escolher um local iluminado e um momento em que cuidador e bebê estejam tranquilos. Além disso, é preciso usar um cortador específico para bebês, como tesourinhas com pontas arredondadas. Se estiver difícil de cortar, uma solução é apenas passar uma lixa de leve, apenas para arredondar os cantos das unhas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Gravidez e Filhos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo