Gestação

Governo britânico oferece recompensa a mães que amamentam

AFP
O programa será testado com 130 mães de áreas pobres da Inglaterra até março Imagem: AFP

12/11/2013 11h24

Um programa do governo britânico vai oferecer uma recompensa no valor de mais de R$ 700 para mães que amamentem seus bebês. O esquema piloto –custeado pelo governo britânico e por uma associação de pesquisa médica– está sendo implementado em áreas pobres de South Yorkshire e Derbyshire, no norte da Inglaterra. As mães receberão cupons para serem gastos em lojas e supermercados.

O esquema será testado com 130 mães até março. Caso seja bem-sucedido em estimular a amamentação, ele pode se transformar em um programa de escala nacional.

Essa não é a primeira vez que estímulos desse tipo são usados pelo NHS –o sistema nacional de saúde pública da Grã-Bretanha. Um programa semelhante já foi usado para combater o cigarro e estimular a perda de peso.

As regiões de South Yorkshire e Derbyshire foram escolhidas por apresentarem baixos índices de amamentação. Em média, apenas cerca de 25% das mães amamentam entre a sexta e oitava semana após o nascimento. A média nacional é de 55%.


Uma parte do dinheiro –120 libras (cerca de R$ 430)– estará disponível antes mesmo de elas começarem a amamentar. O restante é desembolsado depois. Todas as mães terão acompanhamento de agentes de saúde. Pesquisas sugerem que amamentação ajuda no desenvolvimento da saúde dos bebês e a prevenir problemas estomacais e infecções.

Clare Relton, uma especialista da Universidade de Sheffield, universidade que participa do esquema piloto, disse que o programa pode ajudar a tornar a amamentação um padrão normal, e não na exceção.

Mas Janet Fyle, do Royal College of Midwives, uma entidade de representação de parteiras, questiona o programa. "O motivo para a amamentação não pode ser baseado em recompensa financeira. Ele precisa ser algo que a mãe quer fazer, que seja do interesse da sua saúde e do bem-estar do filho."

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Especiais
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Comportamento
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo