Gravidez e filhos

Brinquedos 'de meninos' e 'de meninas': experimento testa como adultos reforçam rótulos

do UOL, em São Paulo

18/08/2017 12h58

Os brinquedos exercem um impacto não só na forma como as crianças se veem, mas também em quais habilidades aprendem, passando pelo desenvolvimento de seus cérebros.

Alguns psicólogos argumentam que isso ajuda a explicar por que algumas profissões são tão dominadas por homens. Neste sentido, cada vez mais pais e cuidadores dizem agora querer evitar estereótipos de gênero.

A BBC fez um experimento com quatro voluntários adultos e duas crianças para testar se estamos condicionados a reforçar esses rótulos.

Antes do início do teste, as crianças, Marnie e Edward, trocaram de roupa: Marnie foi vestida com roupas 'de menino' e passou a ser apresentada como 'Oliver', e Edward ganhou roupas de menina e recebeu a identidade de 'Sophie'.

Os voluntários, que não sabiam das trocas, foram gravados, individualmente, com cada uma das crianças. Eles foram instruídos apenas a brincar com as crianças. E o que se viu surpreendeu a todos ao final.

Todos, sem exceção, acabaram por reforçar estereótipos de gênero. Quando brincaram com 'Oliver' (Marnie vestida de menino), ofereceram a ela somente brinquedos 'de menino', como um carrinho ou robôs.

Já quando brincaram com 'Sophie' (Edward vestido de menina), ofereceram a ele somente brinquedos 'de menina', como uma boneca ou um bicho de pelúcia. Ou seja, os voluntários escolheram brinquedos exclusivamente de acordo com o que acreditavam ser o sexo das crianças e não nas habilidades que poderiam ser exercitadas com eles.

Ao final do experimento, ao saberem a verdade, todos demonstraram surpresa e confessaram que não pensar em suas escolhas. Estudos mostram que quando as crianças brincam com jogos de noções espaciais, seus cérebros mudam fisicamente em três meses.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
BBC
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Gravidez e Filhos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Gravidez e Filhos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo