Gravidez e filhos

Mulheres grávidas não precisam "comer por dois", indica estudo australiano

25/09/2015 10h36

Sydney (Austrália), 25 set (EFE).- As grávidas conservam energia adicional e extraem mais calorias dos alimentos sem ter de ingerir mais comida, o que contradiz a crença de que as gestantes devem "comer por dois", mostrou um estudo australiano publicado nesta sexta-feira.

"Essa descoberta sugere a necessidade de fazer uma nova avaliação dos conselhos nutricionais dados às mulheres grávidas", disse o líder desta pesquisa, Tony O'Sullivan, da Universidade de Nova Gales do Sul (UNSW).

Ele também ressaltou a necessidade de as grávidas manterem uma dieta equilibrada e recomendou avaliar as indicações dadas às gestantes de que ingiram alimentos energéticos.

Foram analisados na pesquisa o aumento de peso, a energia utilizada (metabolismo) e a ingestão de alimentos de 26 mulheres grávidas com o uso de sensores móveis sofisticados.

Essas mulheres ganharam em média 10,8 quilos durante a gravidez, sete dos quais eram gordura, acumulada principalmente entre o primeiro e o segundo trimestre.

A acumulação de gordura ocorreu sem que ingerissem mais alimentos do que o habitual, apesar de que sua necessidade diária de energia ter aumentado 8%.

Isso sugere que nas mulheres grávidas há mudanças dramáticas no metabolismo que as permitem conservar a energia adicional como gordura e extrair mais calorias dos alimentos.

Os depósitos de gorduras são muito importantes durante a gravidez porque ajudam no fornecimento de energia para o crescimento do feto e durante a lactação, especialmente nas primeiras seis semanas depois do parto.

O excesso de peso durante a gravidez pode trazer complicações como diabetes, pré-eclâmpsia e maior predisposição a doenças cardíacas no bebê, segundo o estudo. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
Beleza e maternidade
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo