Gravidez e filhos

Irmão é principal transmissor de coqueluche a recém-nascido, diz estudo

Getty Images
Irmãos podem transmitir coqueluche a bebês Imagem: Getty Images

Nicholas Bakalar

The New York Times

16/09/2015 12h06

 

Um novo estudo descobriu que, atualmente, a forma mais comum de transmissão de coqueluche a recém-nascidos é por meio dos irmãos e não da mãe.

Os bebês podem receber a vacina DTPa (que também protege contra o tétano e a difteria) aos dois meses de idade, com mais quatro doses extras entre os quatro e os seis anos.

Os pesquisadores determinaram a causa da transmissão a 569 bebês, ocorrida de 2006 a 2013. O pai foi o responsável por 10% das infecções, a mãe por 20,6% e os irmãos por 35,5%. A mãe foi a principal transmissora até 2008. O estudo foi publicado há duas semanas no periódico "Pediatrics".

A descoberta provavelmente é o resultado de uma diminuição da imunidade entre crianças e adolescentes que receberam a vacina. Como a doença pode ser transmitida por algum irmão vacinado da criança, é improvável que a estratégia de vacinar todas as pessoas que têm contato com o recém-nascido funcione para reduzir a transmissão entre os bebês muito jovens para serem vacinados.

Tami H. Skoff, principal autora do estudo e epidemiologista do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, afirmou que a vacinação de gestantes continua sendo a melhor estratégia de prevenção da coqueluche.

"A gestante deve receber uma dose da DTPa em cada gestação para fornecer proteção ao bebê. Além disso, todos que têm contato com o bebê devem tomar a vacina, inclusive as doses de reforço", afirmou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
BBC
do UOL
ESPNW
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo