Gravidez e filhos

Obesidade e hormônios aumentam risco de varizes em adolescentes

Getty Images
Para evitar varizes, jovens devem praticar atividades físicas Imagem: Getty Images

Beatriz Vichessi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/01/2016 07h05

 

Não é somente em organismos adultos que o problema das varizes aparece. As chamadas veias varicosas, que têm o volume aumentado e se tornam tortuosas com o passar do tempo, também podem aparecer nas pernas e nos pés dos adolescentes. O problema é hereditário, mas também pode surgir em jovens obesos, sedentários e que já tenham usado hormônios para ganho de massa muscular e anticoncepcionais.

"Em um organismo sadio, o fluxo do sangue no interior das veias ocorre no sentido do coração. Considerando os membros inferiores, no sentido dos pés ao coração, o fluxo é contrário à força da gravidade. Porém, graças às válvulas que existem dentro das veias, o sangue não retorna para baixo", explica Henrique Lamego, cirurgião vascular do Hospital Samaritano, de São Paulo. No entanto, quando existe algum defeito nessas válvulas, elas não conseguem evitar que o sangue volte. Então, o sangue reflui e provoca um aumento da pressão no interior das veias, o que faz com que elas dilatem.

Apesar de muita gente acreditar que o uso de salto alto, utilizado com frequência pelas adolescentes, possa provocar o aparecimento de varizes, os médicos afirmam que se trata de um mito.

Eduardo Toledo Aguiar, diretor clínico da Spaço Vascular, professor livre-docente de cirurgia vascular da USP (Universidade de São Paulo) e membro da ABFL (Associação Brasileira de Flebologia e Linfologia), diz que o salto alto acarreta outros males se usado em excesso e com frequência, como problemas na movimentação do calcanhar, cansaço e inchaço das pernas –e esse último, sim, pode fazer com que apareçam varizes em alguns organismos.

Cuidados

É importante que os jovens não desconsiderem o aparecimento de veias varicosas, pois os médicos consideram a questão um problema crônico, mas controlável por meio de mudanças de hábitos. A consulta médica é importante para que o profissional possa avaliar o quadro, classificar as varizes, observar a quantidade e analisar se é necessária a remoção por meio de cirurgia.

Quanto mais inicial o quadro for analisado, mais fácil o tratamento e mais simples a cirurgia, que tende a não deixar marcas.

Vale ressaltar que a grande preocupação dos profissionais não são as varizes propriamente ditas e, sim, a formação de coágulos nessas veias dilatadas. Conversar com um profissional da área vascular também ajuda a esclarecer a diferença entre varizes e capilares dilatados --que têm aspecto de teia de aranha e não precisam ser tratados obrigatoriamente, pois não oferecem riscos à saúde.

Segundo Nelson Wolosker, cirurgião vascular da Sociedade Beneficente Brasileira Israelita Albert Einstein, de São Paulo, o tratamento dos capilares é uma questão estética. "Nesse caso, fazemos aplicação de glicose, que irrita o vasinho por dentro e faz com que o organismo absorva-o."

Para não deixar que as veias varicosas tomem conta das pernas e dos pés dos adolescentes é importante conhecer o histórico familiar, manter uma dieta alimentar saudável e balanceada e evitar o efeito sanfona, acarretado por ganho e perda de peso, além de praticar esportes.

Somente a prática de halterofilismo é contraindicada pelos especialistas, pois pode colaborar com o aparecimento do problema, além de provocar outros malefícios para o organismo jovem, ainda em formação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo