Gravidez e filhos

Pais e bebês no mesmo quarto? Não só pode como deve, dizem especialistas

Getty Images
Associação nos EUA recomenda que bebês durmam com os pais por ao menos seis meses Imagem: Getty Images

Do UOL

06/01/2017 15h25

Dividir o quarto com o bebê recém-nascido é uma atitude relativamente comum. O período de convívio, no entanto, pode ser ampliado: um estudo recente da Associação Americana de Pediatria sugere que pais e filhos dividam o mesmo cômodo pelo menos por seis meses após o nascimento, e, preferencialmente, até a criança completar um ano de vida.

O objetivo das novas diretrizes da Associação é reduzir o risco de mortes causadas por sufocamentos e pela síndrome da morte súbita do lactente, ou SIDS, que mata cerca de 3.500 bebês todos os anos nos Estados Unidos.

A Associação, no entanto, reitera que os bebês devam dormir em um berço, e não na cama dos pais --hábito que é motivo de polêmica entre pediatras. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Beleza e maternidade
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo