Gravidez e filhos

Após chilique de filha em restaurante, pai faz relato sincero, que viraliza

Reprodução/Facebook
Clint Edwards resolveu contar como lidou com o chilique dado pela filha Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL

14/03/2017 21h31

Um chilique infantil não é bem o que você quer no meio do jantar em um restaurante. Mesmo sendo algo comum para quem tem filhos, nem sempre os pais sabem como lidar com a situação: ignorar ou brigar? Prometer colocar de castigo ou ir embora?

O escritor Clint Edwards fez o tipo "sincerão" e contou em seu Facebook o que aconteceu em uma saída em família. O relato começa com ele mostrando que está no carro com a filha de 2 anos, que fez um escândalo ao ser impedida pela mãe de ficar jogando comida. "Então ela gritou e gritou, e chutou e chutou. Como eu era o único que já havia terminado a refeição, tive o prazer de arrastá-la para fora do restaurante".

Edwards, autor do blog "No Idea What I’m Doing" ("Não tenho ideia do que estou fazendo"), disse ter percebido os olhares e caretas dos clientes ao redor, que aparentavam julgar os pais pela situação, como se dissessem "se não pode controlar suas crianças, então não saia de casa".

Como resposta aos olhares críticos, ele desabafa: "Bem, não. Eu não posso controlá-la. Não o tempo todo. Ainda não. Ela tem 2 anos e levará anos para ensiná-la a como agir de forma apropriada em público, e a única maneira que ensinarei é saindo de casa com ela e mostrando o que é certo e errado. É dizer 'não' um milhão de vezes, deixar ela ter um ataque, e dizer 'não' de novo".

O escritor continua o desabafo: "Essas lições levam paciência, trabalho duro e experiências reais do mundo. Sinto muito por quem estava no bar e se irritou com o ataque da minha filha, mas vocês são parte desse exercício. Seus pais fizeram o mesmo com você e é por isso que você sabe reconhecer quando uma criança faz algo irritante em um restaurante. É como você aprendeu a ser uma pessoa respeitável. Crianças são irritantes quando são barulhentas em um restaurante. Eu sei. Estou vivendo isso".

"Mas antes de ficar com raiva e julgar, entenda que o que você está testemunhando não são maus pais. Em vez disso, são pais trabalhando duro para consertar a situação. Você está olhando para o que é preciso para transformar uma criança em uma pessoa".

A publicação viralizou e muitos pais e mães se identificaram com a situação. Em menos de dez dias, a publicação teve mais de 387 mil reações e mais de 163 mil comentários, muitos contando episódios de chiliques envolvendo os próprios filhos. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Gravidez e Filhos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Estadão Conteúdo
do UOL
BBC
Redação
Topo