Gestação

Andressa Suita faz pilates para aliviar incômodos posturais da gestação

Thamires Andrade

Do UOL

04/04/2017 15h08

Andressa Suita sempre foi "rata de academia" e agora que está grávida do primogênito incorporou o pilates na rotina de exercícios. Três vezes por semana a mulher de Gusttavo Lima faz aulas com Eliane Leite Tavares, fisioterapeuta e profissional de Educação Física com especialização em acupuntura e pilates.

O que levou a modelo a buscar a atividade foram os benefícios que o método traz para as gestantes. "A gravidez traz várias alterações hormonais e posturais para a gestante e o pilates traz conforto, faz com que esse período seja mais tranquilo tanto para a mãe quanto para o bebê", explica Eliane.

Grávida? Pilates é diferente do tradicional

Engana-se quem pensa que as gestantes são submetidas aos mesmos exercícios que os outros alunos. "O princípio da contrologia criado por Joseph Pilates, que consiste em desenvolver o corpo de maneira uniforme, corrigir a postura, ativar o core abdominal, a respiração e a fluidez dos movimentos é a mesma, no entanto, o enfoque dos exercícios mudam de acordo com o trimestre de gestação", explica Eliane.

No primeiro trimestre, por exemplo, a professora fala que o foco é o fortalecimento de todos os grupos musculares, principalmente os abdominais. "A ideia é que a gestante ganhe mais consciência corporal, coisa que as outras atividades não promovem tanto quanto o pilates, e também fortaleça o assoalho pélvico, já que o bebê vai pesar no cinturão inferior e se a musculatura não estiver forte, ela pode ter incontinência urinária ou fecal", conta.

No segundo trimestre, as mudanças corporais ficam mais evidentes. A barriga vai para frente, os pés se voltam para fora e o músculo peitoral fica encurtado pelo peso da mama. "Para evitar os desconfortos posturais, focamos em alongar todos os grupos musculares, principalmente o peitoral e o assoalho pélvico. Além de trabalhar a expansão do tórax com a respiração, já que o bebê vai comprimindo o diafragma e deixando a respiração mais curtinha", explica.

Outro foco nesse período é dar menos intensidade nos trabalhos abdominais, principalmente nos oblíquos, para evitar a diástase. "Trabalhamos membros superiores e inferiores sem amplitudes grandes para não causar nenhum desconforto na mãe e no bebê. E também começamos o trabalho de mobilizar a coluna, já que a lombar começa a ‘sofrer’ com o peso da barriga. Também fazemos atividades de alongamento e fortalecimento da panturrilha para facilitar o retorno venoso e evitar o inchaço”, conta.

Já no terceiro trimestre, Eliane diz que o foco maior é o relaxamento e os exercícios respiratórios. "Evitamos os esforços abdominais e outras amplitudes exagerados também por conta do desconforto e o foco principal são os exercícios respiratórios e de relaxamento, pois nessa etapa é muito importante que a mulher esteja bem", fala.

A ideia é ir, aos poucos, exigindo menos da gestante para evitar estresse e focar na busca pelo relaxamento. "A ideia é já termos trabalhado conscientização corporal e estabilização para que ela encare essa última etapa com tranquilidade. Na gravidez, nunca podemos fazer exercícios de alto impacto, pois as articulações da gestante estão mais frágeis”, explica.

Condicionamento físico prévio

Eliane explica que a mulher do cantor Gusttavo Lima já treinava musculação e, por isso, tinha um bom padrão de força logo que chegou ao pilates. A atividade não é recomendada para gestantes sedentárias. “A Andressa tem um ótimo condicionamento e uma ótima consciência corporal. Ela pegou muito rápido o pilates, pois não são exercícios pesados, com exageros de cargas, mas sim, para trabalhar corpo, mente e os músculos de forma equilibrada”, diz.

Segundo Eliane, a atividade só é liberada para as gestantes sedentárias com prévia liberação do obstetra. “Agora, se a grávida já fazia musculação e quer adotar o pilates por todos os benefícios que o exercício tem para gravidez, aí o professor faz uma avaliação física, de força e desvios posturais para montar um treino baseado em suas necessidades”, explica.

Atualmente, Andressa faz pilates e musculação e pretende seguir com a atividade física depois que for liberada por seu médico no pós-parto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Comportamento
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
Topo