Infância

Dado Dolabella faz refeição vegana para filha; pode isso?

Reprodução/Instagram
Ana Flor aprovou a refeição vegana feita por Dado Imagem: Reprodução/Instagram

Thamires Andrade

Do UOL

03/05/2017 14h02

Dado Dolabella é adepto do veganismo e publicou um vídeo em suas redes sociais preparando uma refeição vegana para a filha, Ana Flor, de seis anos. A menina ajuda o pai a preparar o cardápio composto de tofu grelhado com queijo nomoo e um monte fuji de cogumelo branco.

A polêmica

Ana Flor aprovou a refeição e Dado já afirmou em várias entrevistas que sua filha também é adepta do veganismo, como ele. Mas, afinal, eliminar qualquer produto de origem animal da alimentação, como carne, peixe, frango, leites e ovos, desde cedo, faz bem para saúde?

Pode isso?

Segundo Nelson Douglas Ejzenbaum, pediatra membro da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), neonatologista e homeopata infantil, não existe nada que proíba uma criança de ser vegana, no entanto, o especialista só recomenda esse tipo de alimentação a partir dos dois anos.

"O leite ainda é muito importante para a criança até essa idade. A partir de um ano de idade, já dá para ser adepto do vegetarianismo, mas o veganismo eu só recomendaria depois dos dois anos por causa do cálcio, oriundo do leite", fala.

Acompanhamento próximo

Caso os pais sejam adeptos do veganismo e também queiram que seus filhos sigam o mesmo tipo de alimentação, o único cuidado necessário é ter o acompanhamento de um pediatra e de um nutricionista desde cedo, já que a criança precisará usar suplementos.

"Existem algumas vitaminas e minerais que só encontramos em alimentos de origem animal, como B12, por isso, a criança precisará receber essa suplementação para se desenvolver bem", explica Larissa Marconi Branco, nutricionista da Estima Nutrição, consultoria nutricional com enfoque em nutrição materno-infantil.

Além disso, a criança também precisará fazer mais exames para verificar se seu desenvolvimento está dentro do adequado e esperado.

Larissa explicou que o cardápio servido por Dolabella para a filha no jantar era adequado e composto por substitutos saudáveis. “O tofu, os cogumelos e o palmito são boas opções para quem quer trocar a proteína da carne. Já o queijo de leite de castanha também é um ótimo substituto do tradicional”, fala.

Além de estimular que a criança consuma folhas para manter a alimentação o mais saudável possível, a nutricionista da Estima Nutrição explica que é importante que as crianças veganas tenham um planejamento alimentar que contemple todos os nutrientes necessários. “Toda criança no fundo precisa ter um, mas a vegana principalmente... É importante dar preferência para os grãos e evitar os doces, assim como as crianças não-veganas”, diz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Gravidez e Filhos
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Revista Ana Maria
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Gravidez e Filhos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Notícias - Cotidiano
do UOL
UOL Notícias - Cotidiano
Topo