Gravidez e filhos

Mãe australiana dá à luz 16 minutos depois de descobrir a gravidez

Acervo pessoal
Charlie nasceu 16 minutos depois que a mãe, Kristy, descobriu que estava grávida Imagem: Acervo pessoal

do UOL, em São Paulo

24/11/2017 13h17

Já imaginou descobrir que está grávida quando já entrou em trabalho de parto? Esta é a história de uma australiana da cidade de Mandurah, na costa oeste do país, que compartilhou seu relato com o site especializado em maternidade "Kidspot".

Veja também

A mãe, identificada como Kristy, já tinha três filhos —  Lachlan, 15 anos; Cambell, 13 anos; e Kaitlyn, de 12 — antes do nascimento de Charlie, seu bebê-surpresa que hoje já tem 4 anos. Todos os três primeiros nasceram no hospital local St. John’s Subiaco, com a ajuda do obstetra de confiança da mãe. Quando Kristy esperava Kaitlyn, seu marido Ray se submeteu a uma vasectomia.

O casal, por isso, acreditava que não poderia ter mais filhos. Até que, durante um jogo de futebol das crianças, ela se sentiu mal nas arquibancadas. Kristy então conta que entregou às chaves do carro à sogra, Ruth, e pediu que ela a levasse ao pronto-socorro. "Eu comecei a achar que [o problema] era o meu apêndice", lembrou.

Enquanto a filha tentava ligar para o pai, a mãe deu entrada na emergência. Chegando lá, um ultrassom revelou a notícia inesperada: ela estava grávida pela quarta vez. "Foram necessários dois médicos para acalmar meu marido porque ele achava que eu tinha sido infiel".

Acervo pessoal
Charlie, com 4 anos, com os irmãos Imagem: Acervo pessoal

Kristy ainda diz que os profissionais explicaram que havia acontecido a "recanalização", uma reversão espontânea (e rara!) da vasectomia do marido. E a posição de sua placenta foi a razão que os médicos deram para que não sentisse o movimento do bebê durante a gravidez. 

Rapidamente, os socorristas decidiram transferir a mãe para outro hospital, mais capacitado, da região. Mas não houve tempo: o bebê já estava "coroando", ou seja, a cabeça passava pelo canal vaginal. 

Dezesseis minutos depois da entrada no P.S., Kristy deu à luz Charlie, pesando 2,72 kg. "Eu sou tão sortuda que ele seja perfeito. Passei tanto medo achando que ele teria problemas! Eu fumava um maço de cigarros por dia e estive grávida durante o Natal e o Ano Novo, quando bebi álcool", disse a mãe à publicação sobre suas preocupações após o parto do filho.

"Eu não queria segurá-lo no início. Pensei que, se eu não o pegasse no colo, não seria real, mas as parteiras o embrulharam em minha blusa e foi amor instantâneo", finalizou. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
Topo