Gravidez e filhos

Grávida e com bebê de colo como Suita? Veja como amamentar 2 (ou mais)

Reprodução/Instagram
Com o primogênito, Gabriel, Andressa Suita e Gusttavo Lima mostram teste de gravidez do segundo filho Imagem: Reprodução/Instagram

Carolina Prado e Letícia Rós

Colaboração para o UOL

05/02/2018 04h00

Assim como a modelo Andressa Suita, que engravidou sete meses após a chegada de Gabriel, seu primeiro filho com o cantor Gusttavo Lima, muitas mulheres se descobrem grávidas tendo ainda um bebê de colo. É então que aparecem as dúvidas sobre amamentação, especialmente entre as que optam por manter o aleitamento após o sexto mês da criança –a recomendação da Organização Mundial de Saúde é que a criança seja amamentada, pelo menos, até os dois anos.

Veja a seguir perguntas e respostas sobre o tema.

É preciso interromper a amamentação do primeiro filho ao saber que está grávida?

Não. As mães podem continuar com a amamentação até o período que consideram ideal para fazer o desmame, de forma tranquila. O mais importante é a mulher estar em paz com a escolha que fez. “O bebê que está chegando precisa da serenidade e da segurança da mãe para se desenvolver de forma saudável. Se ela se sentir melhor interrompendo a amamentação do mais velho, damos todo o apoio. Se ela quiser continuar a amamentar os dois, também apoiamos e orientamos da melhor forma possível”, diz a ginecologista e obstetra Maria Elisa Noriler, do Hospital Maternidade Vila Nova Cachoeirinha (SP).

Veja também:

Amamentar estando grávida oferece riscos para a mulher ou para o bebê?

Se a gestação estiver indo bem não há motivo para se preocupar. Mas é preciso saber que, ao amamentar, além da prolactina, há a produção de ocitocina, hormônio necessário para expelir o leite na mama. Esse hormônio pode provocar contrações uterinas e causar cólicas na mãe. “Há comprovações científicas que a quantidade da substância liberada não é suficiente para provocar um aborto”, afirma Camila Ramos, ginecologista especializada em gestação de alto risco, da Policlínica Granato, no Rio de Janeiro.

Em quais casos é recomendado parar de amamentar?

Quando q mulher tem hiperêmese gravídica (excesso de náusea e vômito) com queda de peso significativa, ameaça de trabalho de parto prematuro ou abortamento, diz Maria Elisa Noriler. Nos dois últimos casos, será preciso fazer repouso absoluto. Mas qualquer avaliação deve ser feita pelo médico obstetra.

O filho pode desmamar espontaneamente quando você engravida?

Pode, porque o leite materno se modifica. Além de diminuir a produção, o gosto se altera –fica mais salgado por conta dos hormônios da gravidez. Algumas crianças sentem essas mudanças e podem reduzir as mamadas e até largar. A perda do espaço destinado ao colo, já que a barriga da mãe cresce, também pode fazer a criança se desinteressar pelo aleitamento materno.

A mulher produz leite suficiente para amamentar dois filhos?

Sim, ela é capaz de amamentar dois ou mais e responder às demandas nutricionais de cada um. “Quanto maior o estímulo –o principal é a sucção do bebê ou bebês– maior será a produção de leite”, diz o ginecologista e obstetra Alessandro Scapinelli. No entanto, se o bebê persistir com pouco ganho de peso, o pediatra pode recomendar interromper a amamentação do filho mais velho.

Ao decidir amamentar os dois filhos, quem tem prioridade?

A orientação dos especialistas é alimentar o filho mais novo, que precisa do aleitamento materno exclusivo até os seis meses, e, depois, o filho que já consome outras fontes nutritivas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo